Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio

Texto

Ensina-nos a orar

Ensina-nos a orar

Essa expressão que intitula esse texto foi um pedido dos discípulos para o mestre Jesus, enquanto ele convivia em carne dentre os homens, e ensinava aqueles que ele escolheu para seus discípulos.

Mas, o que é orar?

Em resposta aos seus discípulos, Jesus disse que os gentios (povos bárbaros ou pagãos - que ainda não conhecem a Deus, ou seja, não conhecem e não guardam a lei de Deus) fazem suas preces de modo repetitivo, pensando que por muito falar serão ouvidos. Mas, que eles, os discípulos, não deveriam fazer assim, mas que orassem desse modo:

“Pai nosso, que estais no céu, santificado seja o teu nome; venha a nós o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. O pão nosso de cada dia, dai-nos hoje; perdoa as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aqueles que nos tem ofendido. Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.”

Assim, chegamos à conclusão que a oração é um modo de nós nos relacionarmos com Deus, a quem tomamos como pai ou a quem devemos ter como pai, já que ele é o criador de tudo, inclusive do ser humano.

Por conseguinte, em outro texto bíblico, João registrou outras falas de Jesus relativo à oração. Disse Ele: “Buscai e encontrareis; batei e abrir-se-vos-á; pedi e dar-se-vos há. Porque ao que busca acha; o que bate se abre, e ao que pede recebe.”

E mais: “ Tudo o que pedirdes, crendo,  recebereis e te-lo-eis. O que em meu nome pedirdes recebereis.

Também disse que se lhe pedissem, que ele não precisava pedir ao pai, porque tudo o que o pai tinha era dele, de Jesus.

Entretanto, como nem tudo que era necessário foi dito por Jesus, porque, segundo ele, eles não podiam suportar; mas que quando viesse o Espírito Santo, o Espírito da verdade, que ele os guiaria à toda verdade, e que os faria lembrar de tudo o que ele havia dito, então o Espírito Santo inspirou o apóstolo Tiago, dizendo que há quem peça mas não recebe porque pede mal, para o seu próprio deleite. Também diz que os tais estão divididos entre Cristo e o mundo, sendo, assim, adúlteros. Do que concluímos que os pedidos vaidosos não agradam a Deus, e que também não são atendidos.

Por Salomão, manda Deus que peçamos a sabedoria, que é a coisa principal. Pois, por ela faz  Deus as nuvens gotejarem orvalho.

Outrossim, há quem pense que só obterá o que precisa se pedir. Mas as bênçãos de Deus estão condicionadas à obediência aos mandamentos dele, segundo se infere de Deuteronômio 28:1.

Mas, e a posição das mãos ao pedir, tem importância? Com certeza. Porque para tudo há modo e propósito, segundo revelou Deus por Salomão. E um texto deste diz que os gentios juntam mão a mão. Então esse não é o modo correto. O Espírito nos revelou que devemos orar com as palmas das mãos voltadas para cima. E que, quando clamarmos, que devemos faze-lo estendendo-as para cima, com os braços estendidos.

Outro texto de Salomão diz que a prece daqueles que se desviam de ouvir a lei de Deus é abominável a ele. Pv. 28:9. E que ele rechaça o desejo dos ímpios.

Então façamos tudo como o mestre mandou, a fim de não termos nossas preces perdidas e os nossos desejos frustrados. Mas que sejamos ouvidos em tempo oportuno.

Manaus-AM, 08/10/2016.

Oli Prestes
Missionário
oliprest
Enviado por oliprest em 08/10/2016
Reeditado em 08/10/2017
Código do texto: T5784997
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
oliprest
Manaus - Amazonas - Brasil, 70 anos
3772 textos (355350 leituras)
333 áudios (5491 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 22:12)
oliprest

Site do Escritor
Rádio Poética