Aquele Sorriso

Publicado por: Germano Ribeiro
Data: 10/11/2021
Classificação de conteúdo: seguro

Créditos

Aquele Sorriso
Letra e música de Germano Ribeiro
Voz e violão por Germano Ribeiro

Aquele Sorriso

 

O teu sorriso de cristal

É coisa sem igual

E traz a cor das nuvens

 

Menina da “gota serena”!

Pra que fazer poema?

Tu és a poesia!

 

Num tempo assim,

Cantei cantos

De um seresteiro

 

Na viola

Um violeiro,

 

Falando da,

A felicidade!

 

Larguei de mim

Bebi só da tua

Saudade

 

Guardei para

A posteridade

 

Tantos versos

Que escrevi

 

É certo que o amor

Não se acabou

 

Meus laços se

Confundem com

Os teus

 

O amor mostra

A certeza e cresce

Na maioridade

 

No beco,

Da saudade,

 

Ainda lembro

Os olhos teus

 

Quisera ser mais natural

Não tão emocional,

Buscar minhas origens

 

O amor deixar de ser um tema

Esquecer dos meus dilemas

Criar novas fronteiras

 

Voltar, enfim

Cantar coisas

De batuqueiro

 

Marinheiro

Timoneiro,

 

Meu barco

É o da realidade

 

Eu quis assim,

Viver só da tua

Verdade

 

Mostrei meu amor

Com coragem

 

Veja o que

Restou de mim

 

 

Germano Ribeiro
Enviado por Germano Ribeiro em 10/11/2021
Reeditado em 10/11/2021
Código do texto: T7382713
Classificação de conteúdo: seguro