Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
ChicoDoCrato-CarlosDrummondDeAndrade-ViverNãoDoi
Publicado por: ChicoDoCrato
Data: 12/08/2019
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
ChicoDoCrato-CarlosDrummondDeAndrade-ViverNãoDoi
https://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/
ChicoDoCrato, Música, Voz e Violão, Arranjo, Mixagem e adaptação do Poema de Conrado Matos
AosMeusfilhos, Manuel(Oceânografo), Rodrigo(Logística)minhanetinhaValentina, Rafael(Agrônomo)MinhaNetinhaMariaIsadora.
Audacity110 Rítmo 028 + em Sol +. Gravação caseira. Gravar em estúdio.
Copyright: proibir a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial etc

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ( Todos os direitos aos meus filhos e netas e parceiros). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

ChicoDoCrato-CarlosDrummondDeAndrade-ViverNãoDoi

ChicoDoCrato-CarlosDrummondDeAndrade-ViverNãoDoi
https://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/83943
ChicoDoCrato, Música, Voz e Violão,  Arranjo, Mixagem e adaptação do Poema de  Conrado Matos
AosMeusfilhos, Manuel(Oceânografo), Rodrigo(Logística)minhanetinhaValentina, Rafael(Agrônomo)MinhaNetinhaMariaIsadora.
Audacity110  Rítmo 028 + em Sol +. Gravação caseira. Gravar em estúdio.
Copyright: proibir a cópia, reprodução, distribuição, exibição, criação de obras derivadas e uso comercial sem a sua prévia permissão.  A proteção anticópia é ativada.

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
 mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor?  O certo seria a gente não sofrer,
apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana,
que gerou em nós um sentimento intenso
e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Sofremos por quê?  Porque, automaticamente,
esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas,
por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos,
por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos,
por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos,
por todos os beijos cancelados, pela eternidade. Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco,
mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela
nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?
A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos,
nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-se do sofrimento,
perdemos também a felicidade.

Bis
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional
ChicoDoCrato e Carlos Drummond \de Andrade
Enviado por ChicoDoCrato em 12/08/2019
Reeditado em 12/08/2019
Código do texto: T6718775
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
ChicoDoCrato
Salvador - Bahia - Brasil, 63 anos
866 textos (17315 leituras)
871 áudios (16979 audições)
43 e-livros (1195 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/19 06:01)
ChicoDoCrato
Rádio Poética