Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PEQUENA CHAMA NA PONTA DO SEU DEDO


Na ponta do seu dedo em riste em vi uma pequena chama que me induziu ao arrependimento de tudo que lhe dissera. Aquele dedo apontava para mim com tamanha austeridade que não pude dar vazão ao meu sentimento, ele me fez ver que na realidade não era isso que eu queria, minha mente estava confusa e cheia de problemas que não lhe diziam respeito, eu tinha que recuar, era mais sensato.

A pequena chama que eu vi no seu dedo logo se apagou, mas a sua severidade permaneceu, eu estava totalmente fora da minha realidade e nesse momento pude então pensar melhor, não poderia agir de outra forma, visto que não havia sido determinação minha e sim de uma força superior que lhe usou para que eu pudesse cair em mim.

Conversar era preciso, não podíamos mais deixar que um infortúnio viesse a nos prejudicar moralmente, você agiu da maneira que eu, assim que raciocinei melhor, vi que era o caminho mais indicado, se foi por vontade própria ou não prefiro dizer que isso não mais interessa, afinal aquela chama tão pequena me fez mudar de opinião no tempo certo, eu não imaginava o que poderia ocorrer em seguida após qualquer ato impensado meu.

Seu olhar demonstrava a sua descontração e nele eu via muita serenidade e aceitação, só não consigo mais olhar para seu dedo, temo que aquela chama volte a me deter por algum outro motivo. Porém o importante é que a minha vida se modificou, aprendi muito com isso, fiquei ciente de que não era necessario tamanha grosseria.
Moacir Rodrigues
Enviado por Moacir Rodrigues em 25/08/2019
Código do texto: T6728787
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Moacir Rodrigues
Recife - Pernambuco - Brasil, 70 anos
1862 textos (35532 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 02:52)
Moacir Rodrigues