Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Las Vegas ‘quase’ sem micos! HOSPEDAGEM

Quando se fala em Las Vegas, logo vem a cabeça os grandes e luxuosos cassinos, a placa “Welcome to Fabulous Las Vegas Nevada” onde todo mundo quer registrar uma pose, as luzes da Freemont, os hotéis faustuosos. Para os apreciadores do The History Chanel, a loja de penhores 24 horas do Rick Harrison, o atelier de restauração Rick’s, enfim, falar de Las Vegas é lembrar quase que automaticamente dessas coisas que a mídia não para de divulgar, mas acreditem, Las Vegas é muito mais do que isso...

Quero escrever um pouco do que vi e vivi em Las Vegas, de modo gratuito, simples e sem arrodeio, para que outras pessoas não tenham dificuldade em vir, ou analisem bem antes de virem. Lembrando que estou aqui de modo legal, e que vou escrever sobre outros temas como ‘passeios’, ‘brasileiros’, ‘clima e vegetação’, ‘emprego e ganhos’, ‘custo de vida’, ‘facilidades’, ‘dificuldades’ e outras coisas que brasileiros adoram saber e sempre se deparam com informações duvidosas!

Eu estou em Las Vegas hoje escrevendo esse artigo; aliás, estou em Las Vegas há 13 dias. Cheguei pela Flórida, passeis por Hollywood Beach, Houston no Texas e quando o Boeing da United voava baixo no início da noite, eu via ao longe as montanhas do deserto e as luzes da cidade que insiste em não as apagar nunca, nem de dia!

O primeiro impacto foi o aeroporto Aeroporto Internacional McCarran, enorme, imponente, lotado de aviões. De tão enorme, sobram salões e corredores, que são mais amplos do que as milhares de pessoas que transitam por eles. Como eu fiz imigração na Flórida, eu desembarquei em voo doméstico, e já fui logo procurando minha mala, mas acreditem; o aeroporto é tão grande que tem metrô para levar-nos do desembarque para a esteira de malas; e como se não fosse bastante, tem outra unidade ainda mais distante, para abrigar as locadoras de veículos. Por muito pouco eu não pensei que já estava pertinho de Feira de Santana...

Agora eu era mais um entre milhares de brasileiros que vivem, trabalham e curtem em Las Vegas. A cidade é linda, o carro alugado é maravilhoso, mas para onde eu vou dormir? Quem pensou que o óbvio é um hotel, está enganado, porque hotel aqui não é como nas outras cidades. Nas buscas aparecem SOMENTE os hotéis classificados. Tem hotel bom, tem hotel razoável, tem até hostel, e todos, eu disse TODOS, cobram muito além da tarifa informada.

Quando você entrar na plataforma de busca de hotéis da sua preferência, verá preços baixos, ofertas tentadoras, mas na hora de fechar a reserva, o preço sobre vertiginosamente, e não se surpreenda se na hora de fazer checkin, apareça uma outra taxa, e na hora de fechar a conta, apareça uma última taxa que você nem sabia, e aquela tarifa baratinha que você havia se encantado em sonho, acaba virando um pesadelo inimaginável.

Aqui em Las Vegas há uma política de “resort fee” e o imposto sobre a tarifa, você paga à parte; ou seja, se a sua diária for de U$ 100,00, 99,99% dos hotéis de Vegas irão lhe cobrar U$ 100,00 + “resort fee” que tem variação, mas via de regra é + U$ 17,00 por diária, ele pode lhe cobrar uma taxa de depósito na entrada e ainda irá lhe cobrar o imposto de 13,38% sobre o valor da diária. Em alguns casos a taxa de resort é maior do que a diária!

Se é legal ou ilegal, tenha certeza que você TERÁ DE PAGAR, ou vai arrumar uma confusão que pode parar na polícia! Portanto, se quiser vir a Las Vegas e não está atento a isso, acho melhor ficar, senão a sua viagem de férias poderá ser até férias na prisão!

Muitas pessoas me perguntaram se não há hotéis mais simples? Claro que há! Tem uma zona bem simples de Las Vegas que está cheio de hotéis bem idem, são os famosos motéis, que abrigam dentre outras pessoas, mendigos, pedintes, traficantes, prostitutas e outras pessoas do submundo de Vegas. Eu passei duas vezes por essa região que fica no Centro da cidade, que é de dar arrepios só de ver as pessoas que frequentam esses motéis e conglomerados que eles chamam de ‘suítes de locação para quem não tem documentos’.

Tem muitos ‘sites’ que garantem muito e não cumprem nada, e quando o quesito é hotel, em Las Vegas você tem que ficar esperto ao cubo. Para quem chega para trabalhar, tem que ficar ainda mais esperto com os brasileiros que vendem ‘assessoria’. Posso falar por conhecimento pleno, que 100% dessa gente é estelionatária. Produzem vídeos com falsas promessas, facilidades, exibindo conhecimento da cidade, te tomam uma grana alta e o máximo que fazem, quando fazem, é te buscar no aeroporto, te levar para um ‘hostel’ e te apresentar uma lista de lugares que via de regra, contrata ilegais, então, quando ouvir esse nome “ASSESSORIA”, fuja, porque é tudo pilantragem!

Tem como passar uns dias em Las Vegas, dormir bem, em lugar seguro e pagando pouco? Mais ou menos tem! Eu preferi alugar uma casa pelo AirBNB, que ficou menos da metade dos preços dos hotéis mais baratos, não me cobraram taxa extra e eu fiquei mais do que satisfeito com o lugar e com essa experiência peculiar! A casa que eu aluguei veio completa, com garagem, internet, numa localização privilegiada, enfim; eu tinha acesso a 1000 coisas que a região dos cassinos não pode me oferecer, e acreditem: bem mais seguro!

E quem imaginar que fugindo de Las Vegas irá encontrar preços de hotéis mais baratos, está enganado. As cinco cidades do Condado de Clark estão ilhadas no meio de um deserto enorme, portanto, quem chega não sabe em que cidade está, mas tudo é Las Vegas e tudo gira em torno dos cassinos, por isso, fora daqui, somente há uns 300 km para encontrar um hotel com preço mais acessível.

Se você pretende vir à Las Vegas, seja para jogar, seja para se divertir, seja para passear, prepare-se para gastar muito com hospedagem. Se vem para trabalhar, prepare-se para gastar muito com alugueis de casa para quem não tem documentos de trabalho, ou trate de pesquisar casas que alugam quartos, e eu já te adianto: quarto simples em casa simples, mínimo de U$ 400,00 por mês!

Para alugar uma casa ou apartamento em Las Vegas como morador da cidade, tem algumas regras simples (para eles) e complexas (para quem chega). Dezenas de empresas anunciam casas e apartamentos bem confortáveis, todos equipados com cozinha completa e nada mais. Os preços variam pela localização, mas de modo geral, studio custa cerca de U$ 670,00, 1 quarto U$ 800,00, 2 quartos U$ 1.000,00 e 3 quartos U$ 1.200,00, mas nesse tipo de locação o contrato é de 1 ano e cada escritório de condomínio tem uma exigência.

Na maioria dos casos, para se CANDIDATAR inquilino você precisa pagar cerca de U$ 50,00 por pessoa candidata, apresentar RENDA COMPROVADA NOS EUA de 3X do valor do aluguel, e depositar por fiança um valor que vai de 1 a 3 alugueres. Sabe o seu imposto de renda, seu extrato de banco, seu extrato do cartão do Brasil ou recibo de salário? NÃO SERVE NEM COMO PAPEL HIGIÊNCO para quem aluga imóveis aqui, mas como sempre, o brasileiro abre conta aqui e falsifica extrato, então, Vegas tem mais um pouco de Brasil...

Agora você já sabe que Las Vegas é um lugar para dois tipos de pessoas: os muito ricos, quem vêm para jogar nos cassinos e pouco importa o quanto custa uma diária de hotel, e os muito necessitados, que chegam para trabalhar e alugam quartos para morar...

Se você pretende morar ou passear em Las Vegas e deseja uma informação solidária, sem qualquer custo, liga pra mim +1 (702) 934-0575 ou acessa meu Instagram: ‘@champbrasil’ que eu terei o maior prazer em ajudar, se eu puder!
Imperador Dom Henrique I
Enviado por Imperador Dom Henrique I em 31/05/2019
Reeditado em 31/05/2019
Código do texto: T6661064
Classificação de conteúdo: seguro

Sobre o autor
Imperador Dom Henrique I
Las Vegas - Nevada - Estados Unidos
1058 textos (1569245 leituras)
41 áudios (4377 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 03:29)
Imperador Dom Henrique I