Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Porte de armas

Com todo o respeito aos desarmamentistas, peço permissão para fazer algumas  considerações sobre o outro lado da moeda.
         Penso que o problema das mortes por armas de fogo, faca, porrete ou pedras não reside  no tipo de arma, mas principalmente, na consciência e no comportamento do individuo. Dessa forma, é pura ingenuidade pensar que o homem é naturalmente bom e que as armas é que são as culpadas.
         Partindo dessa premissa, não é só porque uma meia dúzia de dementes sai por aí atirando que devemos desarmar a população.  Aliás, esse discurso desarmamentista é próprio dos governos totalitários que desarma a população para impor a sua vontade e evitar revoltas como é o caso do Brasil onde também no interior os indefesos agricultores são roubados, violentados e tem seus bens levados por bandidos armados.
        Principalmente, quem mora nas maiores cidades sabe muito bem o que é ser abordado na rua, praças, lojas, supermercados  ou, no semáforo, e alguém, até menores, lhe apontar uma arma e ordenar a entrega de tudo que tem de valor  e ,as vezes,  até a vida.
          Nas rodovias os bandidos bloqueiam o transito e sob a mira de uma arma vão de carro em carro fazendo a colheita, são celulares, carteiras, relógios e outros pertences.
           Muitas vezes temos que entregar o carro para os marginais armados  e  depois, sem celular,  ficar a beira da estrada com a família, esposa, crianças e idosos a espera de um socorro até altas horas da noite.
           Na época em que se podia ter armas, os ladrões e bandidos só atacavam residências  quando as pessoas viajavam, hoje, como eles sabem que ninguém está armado,  mesmo com gente em casa, eles atacam em plena luz do dia, rendem todo mundo, fazem uma limpa e levam até o carro da família, muitas vezes, com um  inocente refém.
         Ora se os bandidos andam armados, por que as pessoas de bem devam estar desarmadas?  Uma coisa é certa, se os bandidos soubessem que o cidadão está armado certamente pensariam duas vezes antes de bloquear o trânsito, tentar fazer um assalto ou entrar em uma residência.
        Por outro lado, é bom lembrar que ao contrário do que muita gente pensa, o maior número de armas em poder das pessoas não aumenta  as mortes por disparo, mas até diminui, como disse, neste espaço, o colega Valério Costa Bronzeado,  “ qualquer embaraço ao porte de arma pelo cidadão de bem só faz crescer a audácia dos maus”  e disse mais,  ” com as armas livres, os loucos em 20 anos assassinaram 600 pessoas nos Estados Unidos.  No Brasil, com as armas proibidas, para a legítima defesa, são assassinadas 60 mil pessoas por ano.
         Para finalizar, fazemos uma ponderação, se para evitar mortes temos que proibir as armas de fogo, e se  os veículos matam cem vezes mais pessoas que  as armas, então por que não proibimos o uso de  veículos?
        Se queres a paz prepara-te para a guerra, porque o que mantém a paz é o equilíbrio de forças e de armas.
Jhon Macker
Enviado por Jhon Macker em 12/10/2017
Código do texto: T6140588
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jhon Macker
Correia Pinto - Santa Catarina - Brasil, 63 anos
95 textos (2063 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 02:18)