Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Stréss PRÉ-VESTIBULAR

Dicas para um bom teste

Como é seu dia? Agitado e estressado? Você tem pelo menos uma hora para você mesmo? Já foi comprovado que exercícios físicos aliviam tensões, tanto da mente como do corpo. Achamos que não temos tempo para tal, mas no mínimo meia hora de caminhada não mataria ninguém.
Pela manha, antes de começar as tarefas diárias, seria uma ótima opção.
E como anda sua alimentação? Realmente substituir um “arroz e feijão” por salgadinhos e refrigerante chega a ser desgastante.
Sabia que alimentos que contêm complexo B ajudam na desintoxicação do organismo e alivia o cansaço físico, psíquico e evita o stress? É uma boa opção de suplemento alimentar juntamente com uma alimentação colorida e saudável.
Passando por esses detalhes mais práticos entra talvez o mais complicado: o controle sobre sua mente, seus pensamentos.
Como diz o velho ditado “Uma mente sã, corpo são” não passam de verdades não admitidas. Para os ansiosos que já acordam agitados e com pensamentos pipocando, a melhor coisa é parar e perceber no que seu cérebro anda processando aí você separa os que são realmente necessários para aquele momento e os que não são. Faça uma faxina e não deixe suas idéias tomarem conta de você. Domine-as.
Não. Não é fácil. É questão de treino, mas funciona.
Agora centralize seus estudos, mas sem desespero, porque sejamos francos: o que você não aprendeu em três anos no ensino médio, não serão seis meses que você irá aprender tudo. Siga seu ritmo para você não se estafar. E na hora da prova, tente ir com calma e sem ânsia de fazer tudo de uma vez só. Faça as questões que são aparentemente fáceis primeiro e boa sorte.
E lembre-se: se não foi dessa vez, pense por outro ângulo, pois você terá mais tempo para decidir se era realmente “aquele” curso que você queria para sua vida, naquele momento.
*********************************************
Fiz umas entrevistas com alunos de diversos lugares do pais.

Rafaela Buckland, 17 anos. Pré-vestibulando - Teresina – PI

“Acho sim que se o ensino médio foi proveitoso! Mas depende muito. Aqui na minha cidade há algum tempo que o ingresso na universidade começou por etapas. Toda a pressão e cobrança do vestibular começam a partir do primeiro ano do ensino médio, sendo assim a preocupação se antecipa, acho que aluno já começa a se desesperar ou mudar de rumo dependendo da pontuação que foi feita. Um aluno que fez alta pontuação na primeira prova vai somente tentar manter o nível, enquanto um outro que não foi tão bem assim já começa a se preocupar e tentar correr atrás do prejuízo e estudar pra prova seguinte, ai que entra a pressão em si mesmo, o medo do concorrente, em muitos casos até a vontade de desistir por não ter tido a pontuação desejada pra o curso que quer!
Sem esquecer dos alunos que ainda não sabem o curso que querem. Fazer o vestibular sem ainda nem ter escolhido o curso leva o aluno a escolher um curso com a pontuação compatível ao que foi feito e futuramente voltar a um cursinho pra tentar o que quer de verdade. Acho que o vestibular tradicional muitas vezes pode ser a melhor opção. A preparação que eu estou tendo é a melhor que eu poderia ter. Estudo numa excelente escola, mas não posso esquecer que quase todos os jovens estão se preparando da mesma maneira que eu. A concorrência é um dos maiores medo que tenho e não passar no vestibular não significa que não estou qualificada. O número de vagas é insuficiente.
O meu objetivo é passar numa publica, porque todo mundo sabe que passar numa particular é mais fácil. Estou estudando muito e o que vai me confortar em caso de reprovação é saber que fiz meu melhor! O segredo é estudar, estudar e estudar, mas sem exageros e não esquecer do lazer, manter a calma e é o mais difícil quando o futuro esta em jogo, mas é necessário. ”
_________________________________________________________

Letícia Maria, 20 anos - Florianópolis. SC.

“Ter uma universidade não quer dizer que você consiga um bom emprego por isso, além das universidades não estarem dando um bom preparo para os alunos a briga por um bom emprego está pela sua qualificação, que hoje muitos empregos estão procurando até alunos de colégios técnicos por estarem mais preparados para o mercado. Às vezes por falta de vagas ou falta de pessoas preparadas a enfrentar um cargo acontece muito de pessoas irem trabalhar em outras áreas até com menos expectativas do que se esperava, acho que há um bom mercado procurando pessoas e muito pouca qualificação que faz nem todos que sejam universitários ou com ensino superior completo terem um emprego em suas áreas.”
_________________________________________________________

Mariângela, 19 anos -  Campinas-SP -  2º semestre de Fisioterapia

“Pra começar, para se fazer uma prova mais tranqüila é preciso dedicação; pelo menos revisar todo dia a cada nova matéria aprendida. Fora isso, o simples fato de gostar do que faz, ajuda na hora de estudar, pois assim se estuda com prazer.
Com isso, sem duvida, conseguirá fazer uma boa prova com a segurança adquirida com os estudos diários e não ficará estressado por ter que estudar toda matéria acumulada de um dia para o outro.”
__________________________________________________________

Mirely Lima Perez, 27 anos – Minas Gerais – 6° semestre de Administração.

“Entre entrar em uma faculdade e manter-se nela, com certeza a ultima opção é a mais complicada. A busca constante de melhorias em relação às matérias de cada período, a participação em equipes e grupos, minimizando barreiras constantes do dia-a-dia e ganhando o relacionamento dos colegas de classe e professores em longa duração. Apreciando e observando tudo, identificando as necessidades da turma, suprindo para o bom desempenho das funções delegadas a cada dia, sem contar o aumento agressivo das mensalidades no decorrer de cada ano.”
Gabriella Gilmore
Enviado por Gabriella Gilmore em 06/11/2008
Código do texto: T1269235

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gabriella Gilmore
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
448 textos (55390 leituras)
16 áudios (1274 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 17:18)
Gabriella Gilmore