Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem ama não mata, - Giselle Sato

Em nome do amor iniciamos guerras, negociamos a paz, prometemos enganos e forjamos mentiras. 
Em nome do amor enlouquecemos, perdemos a noção da decência e cometemos desatinos.

Este amor desesperado, que pulsa inconstante, é um amor doente, nocivo e virulento. 
Ele nasceu torto e cresceu fadado ao destino trágico. A palavra amor tem inúmeros significados na língua portuguesa, entre os mais expressivos: afeição, compaixão e misericórdia. 

Dizem que em excesso, o amor priva os sentidos, que ficamos cegos de ódio quando a afeição termina e somos rejeitados. Estamos vivendo dias nublados, existem bombas explodindo, famílias sofrendo, doenças dizimando populações. 
Não é tempo de conjugar o singular: compaixão é um ato de amor e solidariedade.

Caminhando à sombra da vida, o lado obscuro tece enredos angustiantes. Onde perdemos a misericórdia? O dom da benevolência, amor capaz de renunciar, sublimar, perdoar e libertar. 

Era somente um pedacinho de cor, solto no espaço, descobrindo e experimentando. Ser objeto de desejo, sem direitos, destruiu um mundo de possibilidades. 

Dizem que o amor embotou os sentidos, que foi uma atitude passional, que o desespero incita as maiores loucuras. Desculpas! Quem ama não mata!

A afeição transformou-se em obsessão, privou os sentidos, esmagou a compaixão e não teve misericórdia. 





Nota- ''Quem ama não mata'', é um nó que está engasgado nas nossas gargantas. 
Nasceu da  tristeza de todos os brasileiros diante dos crimes bárbaros que somos obrigados a presenciar. Impotentes.

Texto publicado pelo Globo Online- Opinião 22.10.2008
GiselleSato
Enviado por GiselleSato em 21/10/2008
Reeditado em 21/11/2008
Código do texto: T1240457
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
GiselleSato
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
615 textos (333839 leituras)
6 áudios (1986 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 23:27)
GiselleSato