Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ORIGEM DO PRECONCEITO - II

Escrevi, já fazem alguns anos um texto sobre a origem do preconceito. E volto a ele, vistas as mudanças aceleradas dos pontos de vista pessoal e cultural que as épocas acabam por deflagrar. O preconceito está ligado a tudo que causa uma discórdia social, especialmente em se tratando de sexo, religião e raça. Por que segregar ou desconsiderar um irmão apenas pelo fato de ele ser homossexual, ter cor diferente da nossa ou uma religião da qual não gostamos? Isto é muito mais do que um simples ponto de vista.  Seria falta de amor pelo próximo? Mas não  somos TODOS, sem exceção filhos de Deus? Ou não? É o cúmulo da pretensão achar que o outro é diferente. Por outro lado, o vitimado pelo preconceito não precisa e não deve alimentar ódio em seu coração, pois isso é muito ruim. Passe por cima disso, mostre que você é superior a essa coisa tão baixa.

Quantos vencedores existem em qualquer parte do mundo, que apesar de sofrerem com o preconceito não deixam que  isto influencie suas vidas e sua felicidade? Fica evidente que eles não sofreram com o preconceito; ou, se sofreram não deixaram transparecer. Sei que muitos vão dizer que falo assim porque não sou vítima do preconceito. Pode ser. Mas, o que é melhor: ser feliz ou infeliz? Deixar que o outro influencie meu direito à felicidade só vai piorar a situação. É ridículo o preconceito. Isto vai contra os desígnios de Deus de que somos todos irmãos em espírito, filhos do mesmo pai.

Não podemos julgar a Sabedoria Infinita que deu vida a um ser e insuflou nele uma quantidade a mais ou a menos de hormônios sexuais, por isso ele ou ela sentem atração pelo mesmo sexo. E qual o problema? Se não fosse assim, a maioria dos países não teria aprovado e constituído o casamento homossexual. Acho que o importante é amar e ser feliz.

O normal na natureza é o macho gostar da fêmea e vice versa, não é isso? Também concordo. Mas é tão fácil resolver a questão! É uma questão biológica, incontrolável; não é safadeza nem simples preferência. Penso que é primordial o respeito e o amor acima de tudo. Todos somos iguais em essência, não importam as escolhas, se assim for, ou as tendências  se se originou assim. Tudo está sob o controle de uma Sabedoria maior. Quem somos nós para dizer quem está certo e quem está errado? Precisamos aceitar as diferenças e isso é tudo; e amarmos incondicionalmente. O vitimado pelo preconceito, seja ele qual for, não deve sofrer com isso, mas modelar aqueles gays, lésbicas e negros que fizeram a diferença no mundo e venceram apesar de serem vítimas do preconceito.

A vida é bela. "Amai-vos uns aos outros como eu vos amei". Essa frase diz tudo. A vida também é muito curta, estamos aqui para sermos felizes, tanto uns quanto outros. Pensando num Mandela, num Barrack Obama, vemos que o mundo deu, e está dando passos à frente na solução do preconceito e isso é mesmo muito bom. Já estamos conseguindo praticar a  frase do Mestre.

 

Professor Edgard Santos
Enviado por Professor Edgard Santos em 08/11/2019
Reeditado em 08/11/2019
Código do texto: T6789981
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Professor Edgard Santos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1075 textos (88895 leituras)
3 e-livros (135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 07:43)
Professor Edgard Santos