Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASSIM CAMINHA A DESUMANIDADE (Controle Mental Monarca Globalizado Da Atualidade) I

ASSIM CAMINHA A DESUMANIDADE (Controle Mental Monarca Globalizado Da Atualidade) I

O APRENDIZADO DO CONTROLE da consciência humana vem de longe, muito longe. Acredito mesmo que é inerente ao processo bioquímico da gestação do feto nos seres ditos humanos. Desde que o embrião une-se ao endométrio através da nidação que acontece entre oito e dez dias após a ovulação.

NESSE PROCESSO A MÃE compartilha com o feto suas impressões, seus medos, sua cultura biológica, familiar e social. A obsessão pelo controle do produto de sua gestação já está presente. Ela deseja intensamente que o filho(a), ao nascer, supra suas necessidades, e venha a satisfazer suas expectativas maternas.

ANTERIORMENTE ÀS EXPERIÊNCIAS nazistas de Joseph Mengele esse controle era inconsciente e ainda não se chamava “MK—Ultra”. As experiências científicas dos nazistas na Alemanha das décadas de 1920/30 levaram Adolfo Hitler a dominar todo o país com seus discursos de influência hipnótica coletiva.

O INCONSCIENTE COLETIVO do povo alemão humilhado com as imposições políticas e econômicas do Tratado de Versalhes, estava aberto a qualquer influência política que lhe permitisse sair da letargia e do estado arruinado e exaurido de recursos financeiros e econômicos. Desse estado de ruínas surgiu o “salvador da pátria” Hitler.

A DOMINAÇÃO DE UM POVO sempre surge da condição arruinada da sociedade dominada por todo tipo de carências. Nas sociedades atuais a indústria do entretenimento TV visivo usa e abusa dos corações e mentes fragilizados pelo sistema educativo sucateado das gentes sedentas para embarcar em qualquer Titanic ilusório.

OS ARTISTAS, CANTORES, cantoras, atores e atrizes, compositores, instrumentalistas, intérpretes e maestros jornalistas produzem e interpretam milhares, milhões de canções noticiosas nas quais divulgam amores, calores efêmeros, noticiário policial, calouros transitórios da indústria fonográfica nacional e internacional do jornalismo vazio de sentido pertinente à superação dessa condição infame do TV espectador.

TODOS FAZEM PARTE DA Grande Ilusão que mantém viva as fantasias, os devaneios e delírios que supostamente ajudam milhões de pessoas a se divertirem no seu trajeto de vida informatizada. Elas embarcam nas conversa de bêbados risonhos, supostos intelectuais intérpretes de notícias da realidade plasmada em gracejos, quiçá divertidos, a exemplo do programa dominical das “manhattazanas”: Manhattan Connection.

CORAÇÕES E MENTES CAÍDOS, cantam vitoriosos, os derrotados da sociedade de consumo subdesenvolvida. Cheios da vã empáfia incontida e fluida nas cantorias verborrágicas do jornalismo dito chique. Celebridades da notícia global dão o exemplo de como a vulgaridade de suas performances de palco devem ser admiradas como se fossem a saída para fugas da realidade sob forma de notícias comentadas.

A CENTRAL GLOBO DE Notícias Faz Parte Do Controle Mental Monarka da Sociedade Brasileira Sucateada Pela Política De Notícias Dos Conglomerados De TV “Visão Globalizada” Que Supostamente Ironizam A Seriedade Da Política Noticiosa Oficial !!!

ESTAMOS FALANDO DAS “Manhattazanas” do programa dominical “Manhattan Connection”. Perguntemo-nos se aqueles jornalistas supostamente cultos, informatizados com notícias de 1ª mão, direto da “Grande Maçã” não são a continuidade dos colaboradores da política nazista do pós-IIª Grande Guerra.

O QUE ELES DIZEM, ENTRE gaiatices sorridentes serve para mais alguém do que para o autodivertimento deles mesmos e de uma minúscula parcela da população que sintoniza o canal do besteirol galhofeiro, pândego, jocoso, parte do aliciamento do TV espectador que, após o término do programa vai dormir no vazio informativo desses bandalhos dos comentários noticiosos ??? Perguntar Não Ofende !!!
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 23/10/2019
Código do texto: T6776839
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Decio Goodnews
São Paulo - São Paulo - Brasil
1852 textos (478123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 04:57)

Site do Escritor