Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A arte da realidade

Navegando rumo ao ocidente da verdade o amor é a maior ferramenta da realidade de enfrentarmos cada momento com doçura e coração. E a emoção de sentir-se amado ou amado o poente de que somos livres para sermos felizes é domesticar nossos pensamentos e de corajosas auras permanente de cada momento de cada ser. O sentir desta vida se chama verdade e somos aceitantes de nossas mazelas e corações ajuizados e certificados que o amor é uma certeza certa em se sentir sem remodelar nenhuma figura de linguagem e de reagirmos com a audácia de que a arte da realidade é cerne de que verter todo tormento em dor é realidade. E a realidade que nos afronta cada momento que rareia de que o amor sincero é a verdadeira realidade e complacência de vida eterna. Navegando pelo país de nossas realidades o coração se jacta de coisas boas de longa durabilidade como almas salvas ao céu. A esta arte o candor de cada momento de invicta cada proeminente ser que tudo se transforma em fé e de que nossos corações são apaixonados por Deus quando deixamos entrar e nossas almas serem salvas para o céu. Como o sono que restabelece uma noite de serena tranquilidade o amor verdadeiro é a realidade entre um casal que se ama na verdade de corações sempre apaixonados. A amar com compaixão se remete com coração com doce alimento de que o bem é o maior tesouro e de que Deus sempre nos amará. E o coração que tudo se convergir pela realidade presente de que cada alma importa muito para Deus e de que somos amados em verdade e que em paz se solidifica cada coração. E de que cada aurora que nasce o amor que tudo se conforma e realiza é o semblante de Jesus investido e nutrido em nós.  E como dedicação a quem se ama Jesus nos é dado à paz de Nazaré e de que a corrente de bens que plantamos em Deus nos é semeada, plantada e colhida conforme bondade de nosso Deus e Senhor. E a dor do psicológico poente se verter num realidade de que nem o tudo é realidade os espirituais sempre nos conterão.  Problemas sempre terão mais solucionar a eles tudo se converge em retas paralelas dispostas. E de que o caminho do surgimento do nascer de que somos levados à solução de nossos poentes de que tudo é Deus, mas nada sem Ele. A realidade que tudo se transforma de sermos amados pelo Celeste Senhor de que o ronronar com coração é criar um vinculo vitalício de amor com Deus. E cada palpitação cada momento cada oração Ele nos escuta e dá dirimente angelical de que somos mais amados com Ele que o eu não existe e sim existem o nós. O coração que tudo se converge que demasiamos todos os momentos de sermos necessários ao próximo, e sempre amados por este grande, e infinito Senhor. O ocaso de termos de viver cada dia como longe o perto nos é mais sensível de sermos feitos para o amor e não a dor. Sejamos fortes em nossas realidades. E que tudo se mostre sempre vencer cada dia, cada poente, cada ser.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 19/10/2019
Código do texto: T6773794
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
2005 textos (7457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 04:57)
Gumer Navarro