Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O COMBATE A CORRUPÇÃO VIRA CORRUPÇÃO AO DESTRUIR VIDAS INOCENTES

                     Até pela crise, pelos erros políticos históricos e pelo drama de um país com mais de 14 milhões de desempregados e um volume de sub-empregados assustador, um volume imenso de pessoas com visão destorcida do que seja, efetivamente um verdadeiro combate a corrupção, acaba reproduzindo cenas horrendas, medievais  de assassinato de reputações.
                     Eleva-se o senso comum, manipulado em função de interesses inconfessos e outros nem tanto, a desenvolver a cultura de apontar o dedo a toda pessoa que ocupa representação de Estado a condição de serem todos CORRUPTOS E DESONESTOS EM POTENCIAL e ai vem os pré julgamentos e até linchamentos morais em redes sociais e até em alguns jornais, pretensamente comprometidos com a "moralidade pública"
                 É claro que se deve combater a corrupção, os desvios de dinheiro público e crimes contra os interesses do povo, pois estes crimes atingem toda a sociedade e prejudicam amplos setores sociais, principalmente a Saude pública, o Transporte e inviabiliza até mesmo a geração de empregos para uma população cada vez maior.
                No entanto, não são poucos os homens públicos que atrapalhando interesses de "caciques ou coronéis politicos regionais e até nacionais, tiveram sua imagem destruída, quando não a ceifa da própria vida, as vezes, em fantasiosos acidentes, que sabemos tratarem-se farsas armadas por conveniências.
                É bom observar que a distorção de ações do judiciário e até a vitória de litigâncias de má fé, acabam se constituindo em corrupção e crime, as vezes piores que corrupção propriamente dita e vemos a velha máxima de que: "...O FIM JUSTIFICA OS MEIOS...", Até que estas pessoas ou seus familiares sejam atingidos por estes atos tão criminosos como a corrupção e os desvios tão combatidos por nós.
                Particularmente, vivenciei situações em que a própria Justiça retirou mandatos de pessoas eleitas democraticamente, para atender interesses de grupos políticos desonestos.
                 Assisti pasmo a mudança de três integrantes de uma eleição proporcional em Corumbá em 1992 substituídos por três não eleitas, quando argumento é de que a tal "recontagem" era para rever o resultado da eleição de Prefeito, candidatos que não tinham recursos suficientes para se defender juridicamente em tempo hábil e com cuidados de experientes advogados, acabaram prejudicadas irremediavelmente e ainda, correndo risco de serem processadas e até presas de contestassem a decisão do pleito e fatos dessa natureza, votlaram a acontecer na Capital do MS, quando o Prefeito Alcides Bernal eleito democraticamente, viu-se afastado do cargo de Prefeito da Capital de Mato Grosso do Sul, por uma trama urdida nos bastidores e a prisão do vice Prefeito e a volta ao cargo de Alcides Bernal, após mais de um Ano afastado e toda uma trama politica - jurídica para inviabilizar a sua administração atingiu não só o Prefeito eleito em 2014 em Campo Grande-MS, mas prejudicou gravemente o municipio que teve graves consequências notadas até os dias atuais, sem contar os efeitos e agressão ao Prefeito que foi de fato eleito pelo povo.
              Ainda hoje, vemos pessoas de má fé , tentando impingir a imagem do Ex Prefeito do Estado de Mato Grosso do Sul, quando os cidadãos lúcidos e as pessoas que acompanharam de forma imparcial e honestamente sabem que o objetivo era favorecer grupos politicos a destruir a imagem pública do cidadão Alcides Bernal e , também atingiu a vida de milhares de seus eleitores e apoiadores,
             Por razões pessoais e de saude, Eu acompanhei os fatos silenciosamente e fiquei estarrecido, posto que como um Ex deputado Federal e como conterrâneo de Alcides Bernal nada podia fazer, a não ser esperar um processo juridico intendiante e assistir a agressão covarde em determinados panfletos e até algus órgãos de comunicação que por apoiar adversarios de Alcides Bernal publicavam horrores agredindo e difamando o cidadão Alcides.
             Pessoalmente passei em Corumbá minha terra natal, situações muito parecidas com a de Bernal entre 1998 e 2002,  e assistia tudo aquele estarrecido e impressionado com o tempero do ódio e de todas as distorções que assisti.
             Por isso, afirmo sem o mínimo temor de errar: Que tão nocivo quanto a desgraça da corrupção e do crime de lesa pátria, é o crime da destruição da reputação e tentativa de destruição moral das pessoas., E isso, é um fato real em nosso Brasil e, é preciso que as novas gerações, os advogados, procuradores, juízes e todo cidadão de boa fé esteja atenta para este Grave Crime que é de fato a destruição da vida humana em ultima instancia. Existem aqueles que não tem limites diante do objetivo do poder.
             
Manoel Vitorio
Enviado por Manoel Vitorio em 16/04/2019
Reeditado em 16/04/2019
Código do texto: T6625117
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Vitorio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 62 anos
6035 textos (207964 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/07/19 00:01)
Manoel Vitorio