Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resultado de imagem para imagem depessoas pretas,pardas e negras
 
"Diferença entre preto, pardo e negro!"


Preto e pardo são dois dos cinco grupos de cor e raça definidos pelo IBGE, junto com brancos, amarelos e indígenas.

O termo preto se refere aos nativos da África  com pele de cor escura e seus descendentes nascidos na América, chamados de crioulos.

Por pardo, é entendido a pessoa que possui ascendência étnica de mais de um grupo, ou seja, mestiça. Essa miscigenação engloba tanto os mulatos (descendentes de negros com brancos), os cafuzos (descendentes de negros com indígenas) e os caboclos (descendentes de índios com brancos).

Já o conceito de negro é definido pelo Estatuto da Igualdade Racial como "o conjunto de pessoas que se autodeclaram pretas e pardas, conforme o quesito cor ou raça usado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou que adotam autodefinição análoga."

Porém, esse conceito não é aceito por muitos coletivos negros. Um dos argumentos contrários para classificar pretos e pardos em um mesmo grupo é que pretos sofrem muito mais discriminação. Segundo a teoria do Colorismo, quanto mais escura a cor da pele de uma pessoa, maior o racismo sofrido em nossa sociedade.
Esse assunto era estudado  nas escolas brasileiras antes de começarem  a falar demasiadamente sobre racismo. Criaram situações que até Deus duvida! Somos  um  povo,com  um  único Criador,que  é Pai desta Humanidade! Enquanto  essa humanidade  não  entender  isso,lá  longe continuará  a divisão  de direitos entre  homens  e  mulheres,ignorância de  um povo  que  não   analisa que todos temos  o  DNA de Adão.



197615-mini.jpg?v=1552089563
Especial  interação  do  nobre  poeta Francisco  Luiz Mendes, que  orgulhosamente  me  apraz:

 
 Pouca coisa tem mudado
Nesse territorial
No convívio social
O fulano é rejeitado
Cada um no seu quadrado
Olha aí o preconceito
Visto como um desrespeito
Uma injúria também
Privando vida de alguém
Do seu natural direito!
Maria Augusta da Silva Caliari
Enviado por Maria Augusta da Silva Caliari em 13/04/2019
Reeditado em 13/04/2019
Código do texto: T6622806
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Augusta da Silva Caliari
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil
14454 textos (293902 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/05/19 23:24)
Maria Augusta da Silva Caliari

Site do Escritor