Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIDA É SIM! NÃO AO ABORTO E AOS CRIMES CONTRA A VIDA. 16/06 – Santos Julita e Ciro

"Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis
os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus,
que é o vosso culto racional;
e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável
 e perfeita vontade de Deus.
Pela graça que me foi dada, digo a todo aquele que está entre vós,
 que não pense de si mais do que convém, mas dirija a sua atenção para pensar sabiamente, conforme a medida da fé que Deus
a cada um repartiu."

Romanos 12:1-3

____

Deus perdoa todos os pecados, exceto negar a verdade como tal.
Jesus se posiciona como "VIDA, VERDADE E CAMINHO". Jo 14, 6.
O 6º mandamento (Êxodo 20 e Deuteronômio 5) é "Não matarás"!
Nunca devemos matar e nem Deus é a fonte dessa justificativa.
"Deus é Senhor dos vivos e não dos mortos. "

A vida está acima de tudo.
Sem vida, nada há!
Sem vida, não há consciência e alma.
Sem vida, não há louvor e fé!
 
Somos integrantes da vida e a favor da vida.
Somos responsáveis pela vida: não somos donos da vida e de ninguém!

Tu te tornas responsável por tudo que cativas" - disse o Pequeno Príncipe.
Podemos nos dizer igualmente tal verdade, sem receio de que a fonte da vida está sob os cuidados de quem a gera e de quem a adota.
Cuidar é o sentido de base e processual condição de sobrevivência.
Alguém cuidou de nós e nós devemos e podemos cuidar dos que estão sob nossos cuidados.


___________


'Minha mãe me abortou -- e pensou que eu havia morrido' 16/06/201817h21 Comunicar erro Melissa Ohden Melissa era adolescente quando descobriu que havia sido adotada Quando Melissa Ohden tinha 14 anos, ela descobriu um segredo ...

- Veja mais em https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2018/06/16/minha-mae-me-abortou--e-pensou-que-eu-havia-morrido.htm?cmpid=copiaecola

Leia mais em: https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2018/06/16/minha-mae-me-abortou--e-pensou-que-eu-havia-morrido.htm

https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2018/06/16/minha-mae-me-abortou--e-pensou-que-eu-havia-morrido.htm
________________________________

SANTO DO DIA 16/06

Santos Julita e Ciro

http://cleofas.com.br/1606-santos-julita-e-ciro/

POR PROF. FELIPE AQUINO

16 DE JUNHO DE 2018


Santa Julita vivia em Icônio com seu filho Ciro, nascido havia três anos, quando o governador de Licaônia, Domiciano, iniciou a aplicação dos editos perseguidores de Diocleciano. Julita procurou primeiro refúgio
em Selêucia e depois em Tarso. Em Tarso, Julita foi detida por ordem
do governador da Cilícia, Alexandre. Ela se declarou cristã; começou
aí o martírio. Possuímos várias narrativas do martírio de Santa Julita e de São Ciro, alguns muito diferentes entre si.

O Martirológio Jeronimiano anunciava: “Em Antioquia, os Santos
Ciro  e Julita, sua mãe, e com eles quatrocentos e quatro mártires”, enquanto as Atas de seu martírio colocam a morte deles em Tarso.
Seja como for, tendo Julita se declarado cristã, o governador
tomou-lhe o filho e mandou que ela fosse flagelada.
Em meio aos tormentos, ela não se cansava de repetir:
“- Eu sou cristã”, e o pequeno Ciro se debatia para escapar aos braços do governador e voltar para junto de sua mãe, gritando:
“- Eu também sou cristão!” Furioso, Alexandre pegou o menino
por um pé e o jogou violentamente sobre os degraus do tribunal,
 tendo então se quebrado o seu crânio. Julita, em vez de chorar
e lamentar-se, agradeceu a Deus por ter visto seu filho morrer aureolado pela coroa do martírio. Os suplícios que, em seguira,
lhe foram infligidos não abalaram sua confiança e sua constância.
Enfim, ela foi decapitada.

O culto de São Ciro é um dos mais misteriosos, pois espalhou-se por toda a cristandade, mas se referindo sempre a Ciro apenas.
É assim que encontramos muitas igrejas dedicadas em sua honra na Síria, na Palestina, no Ponto, na Lídia, na Itália, na França, na Espanha etc.,
mas sempre só, sem nenhuma menção à Santa Julita. Embora muito se discuta sobre o seu país de origem, assim como sobre o seu relacionamento com Santa Julita, o fato é que a devoção a ele é muito grande em vários países e seu nome, derivado de “Kyrios”, Senhor; em grego, é muito usado.

Outros Santos do mesmo dia:

Santos Ferréolo e Ferrúcio, São Aureliano, São Beno,
Santa Lutgarda, São João Francisco Régis,
Santos Griciana e Actinéia, São Cecardo de Luni,
São Palério de Telese, Beata Limbania,
Beato Tomás Reding e Beata Maria Teresa Scherer.

Compartilhe!

Prof. Felipe Aquino

É doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI.
Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Visualizar todos os posts porProf.

 Felipe Aquino →
J B Pereira e https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2018/06/16/minha-mae-me-abortou--e-pensou-que-eu-havia-morrido.htm
Enviado por J B Pereira em 16/06/2018
Reeditado em 17/06/2018
Código do texto: T6366188
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2836 textos (1578595 leituras)
35 e-livros (540 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 00:24)
J B Pereira