Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pandemia RS: idosos foram 80% dos óbitos registrados ontem

Os números sobre a pandemia no Rio Grande do Sul confirmam que a segunda onda, verificada na primavera e início de verão, é mais impactante que a primeira, independente da desinformação criminosa praticada por alguns negacionistas, que ainda assombram malignamente as redes sociais a minimizar, com flagrantes motivações políticas e econômicas, a grave e dramática realidade que nos martiriza.

Além de termos pela primeira vez duas regiões com bandeira preta no estado e os índices de ocupação de leitos hospitalares serem os maiores desde março, ontem registramos a triste marca de 101 óbitos registrados - pela primeira vez, também, superamos os 100 óbitos notificados em um único dia. Eles ocorreram entre 12 e 22 de dezembro, 80% deles de pessoas acima de 60 anos, ou seja, idosos, do grupo de risco por idade. O Brasil, por seu turno, ontem, chegou a quase mil mortes notificadas em 24 horas.

Então, os números indicam uma necessidade óbvia: PROTEJAM OS IDOSOS E DEMAIS PESSOAS DOS GRUPOS DE RISCO NESSE NATAL! O que está acontecendo, provavelmente, em maior escala, é que pessoas mais jovens e saudáveis estão circulando muito, contaminando-se e espalhando o vírus, consequentemente levando-o para dentro de suas famílias e vitimando os idosos. Isso não pode continuar, é inaceitável que isso aconteça, que as pessoas façam isso. Nessas festas de fim de ano, se possuem familiares inclusos nos grupos de risco, observem rigorosamente o uso de máscara, o distanciamento social e os protocolos de higiene estabelecidos pelas autoridades sanitárias e epidemiológicas.

A estratificação que podemos fazer dos 101 óbitos de ontem, por faixa etária, são conclusivas e morbidamente didáticas: 30 a 39 anos - 5 óbitos (4.9%); 40 a 49 anos - 4 (3.9%); 50 a 59 anos - 12 (11.8%); 60 a 69 anos - 22 (21.8%); 70 a 79 anos - 28 (27.7%); 80 a 89 anos - 24 (23.7%); e 90 ou mais - 5 (4.9%) - não foram registradas vítimas abaixo dos 29 anos ontem. Ao cotejarmos esses percentuais com os da Pirâmide Etária do Rio Grande do Sul, a gravidade do problema a vitimar os idosos salta aos olhos: pessoas acima dos 90 anos eram, no Censo de 2010, pouco mais do que 0.2% da população gaúcha e, ontem, representaram 4.9% dos óbitos, ou seja, a mesma porcentagem de mortes verificada entre 30 a 39 anos, que eram 14.4% dos riograndenses naquele Censo.

Cidadãos de 80 a 89 anos eram 1.7% em 2010 e foram 23.7% dos falecimentos divulgados ontem. De 70 a 79 anos eram 4.3% em 2010 e somaram 27.7% ontem. Entre 60 a 69 anos, eram 7.3% no Censo e foram 21.8% dos óbitos. Logo, percebe-se que é inversamente proporcional a relação entre a baixíssima representatividade do grupo etário na pirâmide e o altíssimo percentual nos óbitos. Em suma, os idosos foram 80% dos óbitos registrados entre os dias 12 e 22 e somam, em contrapartida, apenas 14.3% da população gaúcha, uma alta discrepância. Ah, e vejam que não verifiquei, nas mortes ocorridas entre a vítimas na faixa dos 30 aos 59 anos, quantos eram inclusos nos grupos de risco por serem portadores de doenças crônicas ou autoimunes ou qualquer outra comorbidade associada a letalidade da Covid-19. Precisava? Acho que não, pois já deu para entender o tamanho e o significado do problema, não é mesmo?

Então era isso. Tudo de bom nesse Natal e observem os cuidados necessários para proteger os membros da família que estão inclusos nos grupos de risco. Não deixemos o lamentável caso da atriz Nicette Bruno virar regra.


Fontes:
GZH. Laura Becker: Pela primeira vez, RS registra mais de 100 mortes por coronavírus. 22.12.2020: https://gauchazh.clicrbs.com.br/coronavirus-servico/noticia/2020/12/pela-primeira-vez-rs-registra-mais-de-cem-mortes-por-coronavirus-em-24-horas-ckj0hh1zk0001017wdtnn31yn.html?fbclid=IwAR3_LMg1rwLotdzNoMa84IB4hxyBIGcliHiWtInT-reOEONWd14LbTQIy_E
IBGE. Censo 2010: Pirâmide Etária Rio Grande do Sul. 2010: https://censo2010.ibge.gov.br/sinopse/webservice/frm_piramide.php?codigo=43&corhomem=3d4590&cormulher=9cdbfc
PORTAL de Notícias. Região Carbonífera chega a 4.750 casos de coronavírus. 22.12.2020: https://www.portaldenoticias.com.br/noticia/14562/regiao-carbonifera-chega-a-4-750-casos-de-coronavirus.html?fbclid=IwAR2CuLAA_2D_cMPI2P2_hjHuxWDfxMv2JISzjECuGoXG5uk7eRubGIECk4Q
João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 23/12/2020
Reeditado em 23/12/2020
Código do texto: T7142254
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
João Adolfo Guerreiro
Charqueadas - Rio Grande do Sul - Brasil, 52 anos
1096 textos (169331 leituras)
83 áudios (14272 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 14:16)
João Adolfo Guerreiro

Site do Escritor