Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lockdown Analisado

O primeiro caso de Covid-19 no mundo confirmado laboratorialmente em 8 de dezembro de 2012.


Documentos oficiais mostram que o Presidente da China, Xi Jinping, já sabia da existência do vírus e da epidemia em Wuhan em 07 de janeiro de 2020, mas só se pronunciou a respeito 13 dias mais tarde. Uma semana depois do discurso de Xi Jinping, o prefeito de Wuhan, Zhou Xianwang, renunciu após ter admitido ter escondido informações sobre o surto. Isso tudo permitiu que o vírus se alastrasse e, junto com ele, veio uma onda de histeria paranoica como nossa geração jamais conheceu.
Veja só:

A Gripe asiática (1957-1958) deixou 1,1 milhão de mortos, mas o mundo não entrou em um "lockdown" por causa dela, na época.

A Gripe de Hong Kong (1968-1970), que também matou cerca de 1 milhão de pessoas no mundo todo, também não descambou em um "lockdown".

A Gripe Aviária (2003-2004), a Sars (2002-2003) e o Ebola (África Ocidental, 2013-2016) mataram milhares de pessoas, mas não provocaram "lockdowns".

Segundo a Revista Lancet, a Gripe A - ou H1N1 -, que ocorreu entre 2009-2010, matou alguma coisa entre 150 mil e 575 mil pessoas. Você lembra de algum "lockdown" na época?

Nem mesmo a AIDS, cuja epidemia se iniciou em 1981 e prossegue até hoje, já tendo produzido uma montanha de 32 milhões de mortos, não produziu "lockdowns".


Então, quando você olha o mundo inteiro se fechando em pânico por causa de uma doença que tem uma taxa de letalidade global comparável à da Gripe Comum - ou ainda menor -, é absolutamente impossível não concluir que as medidas de Supressão e Mitigação deixaram o campo da ciência e passaram a ser admnistradas com propósitos estritamente poliqueiros.


Dos países que compõem o G20, 55% não adotaram e não estão adotando estratégias de Quarentena Horizontal, para você ter uma ideia.


Mesmo assim, movidos por algum poderoso espírito demagógico, muitos governadores e prefeitos entraram em uma espiral de competição para ver quem toma as medidas agressivas mais esdrúxulas contra o vírus.
Parece uma disputa singular de lideranças com sinais graves de pertubação cognitiva ou até mesmo psicopatia: sem considerar o que REALMENTE é melhor para a população, sem ponderar com base em dados locais e evidências globais, sem empregar qualquer raciocínio minimamente coerente, estão fechando escolas, proibindo o funcionamento de comércios, e até mesmo prendendo pessoas na rua.
Sim, o enfrentamento da epidemia por Covid-19 já ultrapassou o limite da ciência. E digo que ultrapassou até mesmo o limite do politicamente aceitável.


A Epidemia de Covid-19 parece ter inaugurado a terrível temporada das Pandemias de Histerismo. E, pelo grau de maturidade com que muitos governos estão enfrentando isso, eu vejo que no futuro esse tipo de descontrole mental frente aos demais habitantes do Mundo Natural Microscópico só tende a se tornar mais e mais generalizado - e mais e mais maluco. (AL)
Gary Burton
Enviado por Gary Burton em 02/04/2020
Código do texto: T6904538
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Gary Burton
São Paulo - São Paulo - Brasil
1275 textos (65877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 04:30)
Gary Burton