Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais sobre o sem teto assassino

A segurança pública no Brasil é um desastre e o Estado Brasileiro deveria ser processado por não cumprir seu dever constitucional. O caso ocorrido neste fim de semana no Rio de Janeiro ilustra bem o tamanho desta incompetência. Um sujeito dito "louco", "morador de rua", esfaqueou um casal transeunte e fez mais uma vítima num rapaz que tentou socorrer o casal ferido. Só foi parado após avançar contra policiais, que ainda assim acertaram mais tiros em outros transeuntes do que no próprio agressor. E aí cabe uma lista com a sucessão de erros grotescos:
I - A Politica antimanicomial da Esquerda
Provavelmente você conhece alguém que perambula pelo seu bairro que é claramente louco e já tem histórico de agressão contra pessoas aleatórias. Estas pessoas não podem ser internadas compulsoriamente, o que faz com que familiares desistam da situação e abandonem o sujeito ao relento, simplesmente por não terem a devida ajuda psicológica e psiquiátrica, negadas pelo Estado. Os parentes não querem ter suas vidas destruídas, então se distanciam. O louco vira problema de todos nós, como morador de rua. Não pode ser internado, não pode ser preso, mas pode te matar.
II - Bandidolatria no Judiciário, promovida pela Esquerda
Este sujeito, além de louco, tinha diversas passagens pela polícia. Isto naquele esquema que todos nós conhecemos: a policia prende, o judiciário solta, a policia prende, o judiciário solta, a policia prende, o judiciário solta... Até que o sujeito te mate.
III - Leis e "Normas de abordagem" que atam as mãos dos Policiais
Havia policiais por perto que, segundo testemunhas, demoraram (e muito) para tomar uma decisão e impedir o louco de esfaquear as vítimas. Só fizeram algo quando eles mesmos, os policiais, se tornaram alvo. É claro que há um coeficiente de covardia, mas a verdade é que os policiais sabem que é muito mais fácil eles mesmos serem presos e afastados da função por matarem o agressor, do que o agressor preso por matar os policiais. Os agentes da Lei, num estado repleto de guerrilheiros do narcotráfico e loucos drogados, têm as armas na cintura mas não podem usar.
IV - Treinamento Policial esdrúxulo
Além da demora para intervir testemunhada por quem quem estava no local, a intervenção em si foi desastrosa, e conseguiu fazer tantos feridos quanto o louco causou. Foram três "balas perdidas" que atingiram bombeiros socorristas e até outros policiais. Se não fosse a seriedade da situação que causou vitimas fatais (e aqui lamento profundamente por elas), eu usaria o termo "trapalhada" para descrever a atuação policial. Para imobilizar um louco, eles balearam até mesmo bombeiros que vieram socorrer as vitimas. Resumindo: Criminoso esfaqueou 3 pessoas, matou duas delas. A polícia não atirou porque teve medo de ver a imprensa chamá-los, como sempre, de assassinos.

Notem que mais da metade deste enredo trágico foi escrito pelos progressistas, com sua condescendência com a loucura, com o crime, e com o engessamento das forças policiais. Ideias e ideologias estupidas matam.
Nota: O agressor causou todo este rebuliço e matou pessoas inocentes sem utilizar arma de fogo - bastou uma faca. Antes de discutirmos sobre "desarmamento", devemos discutir sobre os itens acima listados, muito mais vitais para segurança publica. (RM)
Gary Burton
Enviado por Gary Burton em 29/07/2019
Código do texto: T6707463
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gary Burton
São Paulo - São Paulo - Brasil
1062 textos (42469 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/10/19 20:14)
Gary Burton