Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ângulo certo 2

E já estão chamando o Deputado Federal "Hélio Negão" de "capitão do mato", só por ele ter tirado fotos aos risos com Jair Bolsonaro e Donald J. Trump, na reunião da cúpula do G20, em Osaka, no Japão. O "afrodescendente" não pode ser feliz, bem-sucedido e bem acompanhando que, para os Esquerdos, é um "capitão do mato"; "traidor do movimento negro". Segundo esta visão preconceituosa dos ditos "progressistas", o negro só faz jus à sua ascendência se lutar por "resistência" - resistir à miscigenação (sob o pretexto de preservar a "negritude"), resistir ao intercambio cultural (sob o pretexto de preservar a "cultura afro"), resistir à mobilidade social e à prosperidade (sob o pretexto de ter orgulho da favela e da comunidade), enfim, resistir ao desenvolvimento pessoal e profissional. O Deputado Hélio não se submete a esta narrativa limitante e está fazendo política com os principais líderes mundiais, do outro lado do mundo. Mas para a Esquerda, o afrodescendente que muda o mundo é aquele que ouve funk carioca, picha muros, usa drogas e cobra sua "dívida histórica" e sua "marginalização pela sociedade capitalista" através de atos criminosos como o assalto. (RM)
Gary Burton
Enviado por Gary Burton em 29/06/2019
Código do texto: T6684317
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gary Burton
São Paulo - São Paulo - Brasil
1102 textos (46656 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 04:16)
Gary Burton