Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARTIGO – Qual seria a salvação – 07.05.2019 (PRL)
 
ARTIGO – Qual seria a salvação – 07.05.2019 (PRL)
 
Por algum tempo entramos naquela febre de acreditar que essa “Reforma da Previdência”, em discussão na Câmara Federal, seria mesmo a salvação do país, capaz de resolver todo e qualquer problema por que atravessamos, notada e especialmente na economia, cuja crise já está se tornando insuportável à vida dos brasileiros.
 
Acontece que os opositores do governo, apesar de não mostrar os caminhos para salvar o país da derrocada, também são contrários a que se aprovem essas medidas propostas pelo presidente Bolsonaro, que também embarcou na mesma canoa do doutor Paulo Guedes, Ministro da Economia, que insiste na dose de que salvará a nossa nação. Daqui de nossa insignificância, ao menos, demos sugestões.
 
Voltamos a dizer que não precisa ser formado em coisa alguma para afirmar, de pronto, que o governo está querendo arrecadar mais e gastar menos justamente para possibilitar o pagamento das dívidas públicas que, segundo dizem, andam por volta de oitenta por cento do PIB (Produto Interno Bruto), situação que se aproxima da insolvência total.
 
Na esteira dos acontecimentos, fácil é deduzir-se que nessa reforma está embutida a elevação de impostos de maneira clara e evidente, pois se as contribuições serão elevadas e os benefícios reduzidos não é justo negar que a nossa dívida será paga com o suor e sangue dos brasileiros, inclusive dos que ganham pouco, penalidade que é inapropriada a quem causa alguma dera para que esse mundo de coisas viesse a acontecer nas finanças nacionais. A malversação do dinheiro público pode ter sido a causa principal dessa situação de calamidade que enfrentamos.
 
Ou se moralizam os serviços e administração públicos ou daqui a vinte anos, por exemplo, quando formos procurar o dinheiro das aposentadorias, que seria depositado no regime de capitalização, encontrarmos somente os “cofres furados” e a famosa desculpa de que os recursos foram gastos com a saúde, a previdência e outros setores carentes de assistência. E ninguém na cadeia pagando pena pelo “alcance” no bolso dos brasileiros.
 
Esse negócio de que a reforma vai proporcionar a criação de milhões de vagas de emprego, assim como por milagre, não pode ser verdadeiro, porquanto todo débito corresponde a um crédito, senão a contabilidade não fecha. É justamente por isso que não há dinheiro suficiente para sustentar a máquina, ou seja, gastaram mais do que arrecadaram. Um belo dia a conta teria de estourar e obrigar a fazer artifícios contábeis como ocorreu no governo da Dilma Rousseff, que lhe rendeu a cassação do seu mandato.
 
Ainda há tempo de mudar. O governo anda perdido. O nosso Jair Bolsonaro governando em solo brasileiro e o senhor Olavo de Carvalho o fazendo lá dos Estados Unidos da América do Norte, de modo pernicioso aos interesses nacionais, porquanto está tentando enxovalhar os nossos generais militares, parecendo haver algum interesse por baixo do pano, e isso não será bom para os nossos destinos.
 
O brasileiro tem memória curta, mas todos se lembram dos famosos planos econômicos de governos passados, que causaram danos ao patrimônio de quem detinha aplicações em poupança e em fundos – até mesmo o FGTS --, obrigando a que se procurasse a justiça para recuperar as perdas, obtendo ganho de causa nos tribunais superiores do país.
 
Na hora da onça beber água aonde estará o doutor Paulo Guedes?!
 
Ficamos por aqui.
Nosso abraço.
 
SilvaGusmão
COMENTÁRIOS

08/05/2019 11:30 - Jacó Filho
 
Bom dia compadre Ansilgus sua crônica retrata bem o sentimento e percepção da maioria da população, e a minha não difere muito, apenas acrescento que se a reforma não for feita, pelo menos pra eliminar o abismo entre os que ganham um salário e os que recebem mais que o teto mínimo que temos direito, não haverá saída desse buraco que o Foro de São paulo nos meteu... Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

Grato meu caro amigo.

Também concordo com o nobre comentarista Jacó Filho, mas para não ficar nesse puxa/encolhe e ter de chaleirar os parlamentares para aprovar, por vezes nos custando muito caro cada apoio, bastava uma MP taxando os que ganham mais, sem necessidade de fazer essa tal reforma, que ficaria para outra oportunidade, especialmente se o governo do Bolsonaro desse ceto e ele fosse reeleito. Agradeço pela colaboração do colega.

09/05/2019 07:36 - heliojsilva

Belíssimo artigo, como sempre. Bolsonaro, filhos, Paulo Guedes, Rodrigo Maia e agora Olavo de Carvalho, poderíamos fazer uma disputa, tipo UFC, pois eles não se entendem, aí vem os tais interesses políticos, que obviamente não são os do povo. Acho que pra esse país dar certo teríamos que começar de cima para baixo, cortando os privilégios de ministros, juízes, políticos... Acabar com a farra do bumba meu boi nesse país de trabalhadores que já não aguentam mais pagar tantos impostos sem retorno algum. Parabéns, abraços e felicidades.

Grato, meu caro, um belo comentário...meu abraço...ansilgus.

A grande poetisa Teônia Soares assim falou:

09/05/19 17:41 - Teônia Soares
 
Ah, querido amigo e poeta, gosto tanto de ler você, sempre aprendo,
sua visão vai longe e as palavras são colocadas de maneira que todos
entendem, a tristeza é saber dessa realidade toda, desse descaso total
com o povo, onde os que estão no "pod(r)er, brincam com a massa,
deitam e rolam e não pagam a conta que fazem, essa conta é para a
massa que se sacrifica, sofre, e acaba sem poder fazer nada, porque os
que estão no "pod(r)er, é que fazem as leis. Fiquei emocionada lendo
seu comentário, você é muito querido, educado, se faz diferenciado por
seu coração imenso. Grande e terno abraço com muito respeito. DEUS o
abençoe.

Muito grato...meu abraço cordial...ansilgus.

09/05/19 20:54 - Lianatins assim compareceu:
 
Concordo com todas as suas palavras do seu artigo, amigo escritor
Ansilgus! Paulo Guedes, insiste na dose de que salvará o nosso país,
será? Não acredito! Em que mundo vive Paulo Guedes? Com certeza que
esse negócio de que a reforma, vai proporcionar a criação de milhões
de empregos não pode ser verdadeiro...O crescimento do número de
desempregados no Brasil é assustador, cada vez mais! Aplausos, daqui
envio um fraterno abraço, Liana.

Muito grato à "Poetisa do Amor"...meu abraço.

Também tivemos a consideração do Miguel Jacó, grande Mestre das letras:

09/05/2019 18:32 - Miguel Jacó

Boa tarde ansilgus, o fato é que diante da automação do trabalho inclusive no campo, onde uma colheitadeira faz o trabalho de centenas de funcionários e trabalha 24 horas dias sem fadiga, com apenas 3 operadores em turnos de 8 horas, sem falar nas fábricas automotivas, e nas grande siderurgias, então trabalho para todos nunca mais o estado precisa ajustar suas contas para poder fazer assistencialismo aos milhões que jamais serão alcançados pelo trabalho formal, MJ.

Meu abraço fraternal....ansilgus.
ansilgus
Enviado por ansilgus em 07/05/2019
Reeditado em 09/05/2019
Código do texto: T6641468
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
ansilgus
Recife - Pernambuco - Brasil
1749 textos (347582 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 03:07)
ansilgus