Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARTIGO – Nós não votamos no Guedes – 18.04.2019 (PRL)
 

ARTIGO – Nós não votamos no Guedes - 18.04.2019 (PRL)
 
Os brasileiros que elegeram o Capitão Jair Bolsonaro estão tristonhos e decepcionados. Não por causa dos cem dias de governo sem qualquer realização de monta no que tange à produção de empregos, isso que mais se vem querendo nos últimos quatro anos, desde a nefasta administração de governos anteriores, um praticamente deposto e outro que levou o restinho do mandato fugindo da justiça, apoiado pela Câmara dos Deputados, que não dera autorização para que fossem apuradas denúncias fragorosas em seu desfavor.
 
Agora, por exemplo, nesse episódio deprimente da elevação do preço do óleo diesel, principal insumo consumido pelos caminhoneiros, esses que rodam o país de norte a sul transportando e escoando a produção brasileira, nota-se, perfeitamente, que a faixa presidencial, bastante difícil de ganhar nas eleições de outubro/2019, fora passada de maneira quase total ao ministro da economia, doutor Paulo Guedes, justamente esse que não obteve voto algum da massa brasileira que sofre de maneira perversa com a exploração da Petrobras.
 
Ora, se o presidente já havia declarado que não haveria aumento nesta ocasião, como ficou claro e evidente, nada teria esse cidadão, que é um grande economista na verdade, de entrar na jogada e tentar remediar as coisas, muito mais no sentido de beneficiar àqueles que são acionistas da empresa do que a gama de brasileiros que depende desse meio de transporte. E assim, preservando os lucros dos acionistas, o aumento saiu e já vai entrar em vigor, pairando a séria ameaça de nova greve geral dessa categoria, que deveria ser mais respeitada. A suposta perda de R$ 32 bilhões de reais nos ativos da empresa no semestre corrente, claro que seria compensada com futuros lucros, todavia ela não pode perder coisa alguma, ou melhor deixar de ganhar pelo menos uma vez.
 
O sério problema é que a Petrobras não está refinando na capacidade de sua indústria, logo a produção é curta e seus preços são bastante altos, em face, principalmente dos vultosos pagamentos de salário do seu pessoal especializado, pois como dizem por aí afora cada técnico daqui custa numa base de três vezes o de empresas de atividades iguais em outros países (dados dependendo de confirmação). E sendo assim, também vendendo petróleo a preço de banana a vizinhos nossos, onde nas bombas chega a ser mais barato do que o daqui – segundo se tem conhecimento pelos noticiários – essa exploração se torna inviável àquele lema de que “O petróleo é nosso”...coisa alguma, pois nosso o será quando dele pudermos tirar proveito em nosso favor. O monopólio está nos emperrando. Deveríamos abrir concorrência com a Petrobras para baratear nossos produtos.
 
Acaso não tenhamos capacidade de produzir o suficiente, fica claro o bastante que a melhor maneira de colaborar com o nosso povo seria importar de quem produz, esquecendo essa ganância de ganhar tanto dinheiro para terceiros interessados na nossa maior empresa, mas somente em seus lucros. E o pior é que segundo soubemos a Petrobras irá se desfazer de refinarias brasileiras em leilões especiais, e aí nada mais entendemos, até porque não aparece um só cristão para implantar um sistema que não seja tão perverso. Administrar uma empresa com lucro certo, calcando seus preços em cima do mercado internacional é bastante cômodo, não precisa desses cursos de mestrado de que tanto falam por aí. Mestrado para enrolar a boa-fé dos irmãos brasileiros.
 
Ou o Bolsonaro faz o que prometeu, mantém suas políticas divulgadas em campanha ou continuará a ser engolido por seus auxiliares, que já deveriam ir sendo substituídos, porque estão jogando todas as suas fichas numa “Reforma da Previdência” que, no final das contas, poderá não ser aprovada e desmoralizar de uma vez por todas o governo recentemente implantado. Continuamos a dizer que isso deveria ter ficado para depois, bastando neste momento apenas aumentar contribuições de quem recebe muito e paga pouco, assim como taxar grandes ganhos na área financeira e de pouco risco.
 
A decepção está ficando generalizada.
 
Ficamos por aqui.
Nosso abraço.
 
SilvaGusmão

COMANTÁRIOS

18/04/2019 13:57 - Joselita Alves Lins
 
Estou aqui só avaliando seu artigo, entendendo, aprendendo, achando muito interessante, mas, infelizmente, (ou felizmente) não tenho um profundo conhecimento político para dar uma opinião embasada. Só sei que nesse pouco tempo, já dava pra se ver alguma benfeitoria para o povo, pelo menos na saúde. Ontem mesmo, uma jovem com 7 meses de gestação, (e ela trabalha comigo na SAÚDE) com uma grave infecção, chegou no hospital Agamenon Magalhães às 6 horas da manhã e só foi ser atendida as 18 horas, ficando pra fazer um exame ainda no dia seguinte, pois pelo adiantado da hora, o laboratório já havia encerrado as atividades. E a gestante voltou pra casa juntamente com a gravíssima infecção. E no hospital pediátrico em que trabalho, não é raro as crianças ficarem internadas nos consultórios médicos, devido à falta de vagas nas enfermarias; ficam internadas no colo das mães, que ficam sentadas numas cadeiras desconfortáveis. Ou é isso, ou volta pra casa com risco de morte. Isso é de clamar os céus!!! Os planos de saúde, com preços mais acessíveis, estão abarrotados de gente e por isso estão com atendimento semelhante ao do SUS. E os planos melhores só a camada social rica tem acesso, devido ao alto custo. Pois é, mestre Ansilgus, perdoe esse desabafo despreparado dessa admiradora dos seus textos. Um grande abraço e uma feliz Páscoa.

Isso é mais uma lástima cara amiga e leitora...meu abraço.

19/04/2019 11:34 - Lianatins

Magnífico artigo amigo escritor Ansilgus e concordo com todas as suas palavras! Realmente muitos que votaram em Bolsonaro estão decepcionados com seu governo, até agora não tiveram resultados do que esperavam...triste realidade! São muitos e crescendo a cada dia! Se o governo não conseguir dar uma resposta rápida, aos problemas da crise econômica, se a população não sentir na pela a melhoria de suas condições materiais, todo esse clima de desconfiança vai evoluir para um sentimento coletivo de frustração! Vamos aguardar os acontecimentos! Lhe desejo uma Feliz Páscoa com sua família!

Muito grato cara Liana....meu abraço.

20/04/2019 22:52 - Raquel Cinderela as Avessas

Boa noite Mestre. A votação da reforma da previdência foi adiada para semana que vem, mas o aumento dos combustíveis veio como sempre antes de um feriado prolongado, que me soa como uma cortina de fumaça a encobrir os esperançosos olhos dos brasileiros. Minha região é cercada por usinas e canaviais,e aqui é um lugar onde o álcool tem um dos maiores preços do país. Pelo jeito meu amigo estou somatizando decepções, mas vamos aguardar e torçer para dar tudo certo porque é o nosso país que tá em jogo e somos um povo otimista, trabalhador e que gostamos de ler artigos de política com a sua assinatura e credibilidade. Um abraço!

Grato querida amiga...meu abraço...ansilgus.

23/04/2019 16:17 - Esther Ribeiro Gomes

Belo e contundente artigo, concordo plenamente com vc caro amigo Ansilgus! Votei no Bolsonaro mas confesso que tb estou decepcionada com algumas atitudes dele como voltar atrás no aumento do diesel, combustível essencial para os caminhoneiros que ele havia prometido não ter aumento! E esses episódios grotescos desse bando de 'ministros' do Supremo que nem concursados são e nos envergonham soltando bandidos, principalmente o beiçudo Gilmar Mendes e o Marco Aurélio, que fazem o que querem, como nesse lamentável episódio envolvendo a dupla Alexandre de Moraes e Dias Toffoli e o Bolsonaro parece alheio a tudo isso, ele está se revelando um pusilâmine, parece acomodado e acovardado ! Abraços carinhosos.

Muito grato cara amiga, meu abraço...ansilgus.

24/04/2019 09:00 - Jacó Filho

Excelente artigo compadre Ansilgus! Eu votei no capitão por absioluta falta de opção, e por isso, Ele foi a melhor, estou apreensivo e decepcionado como todo mundo que tinha uma expectativa mais otimista, mas não podemos esquecer que Nosso presidente foi jogado numa "fossa podre e sem suspiro" e nem seus aliados de partido o permitem ser transparente como gostaria, e a nossa oposição se declaram cinicamente estarem contra o Brasil tão somente pra estragar a gestão do Bolsonaro... Não podemos esquecer também que o Foro de São paulo é especialista em destruir reputações, e todas essas intrigas envolvente até o STF, são pra desviar a atenção do povo dos projetos indispensáveis ao País... Ou seja, "O GOVERNO TEM A CARA E CORAÇÃO DO BRASIL" QUE ESTÁ LONGE DE MERECER ALGO MELHOR POR ABSOLUTA FALTA DE CONSCIÊNCIA". Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...

Muito grato caro compadre...meu abraço fraternal...ansilgus.

25/04/2019 19:20 - heliojsilva

É impressionante!!! Como a indústria do Lucro não se importa com os seus, exportam para os outros com preço abaixo dos daqui. Creio que nada, nada pode ficar sob controle de brasileiros, um exemplo claro é o nosso álcool, que às vezes sobe tanto que é viável substituí-lo por gasolina. Alguns "slogans" feitos por governos anteriores não dá pra entender, "Brasil, um país de todos", "Brasil, auto-suficiente em petróleo", o que eu penso sobre essas frases:O Brasil parece não ser nosso, um povo que paga muito imposto e não tem nenhum retorno em diversas áreas, educação, saúde, segurança, transporte... Auto-suficiente em petróleo, mas o povo paga um absurdo nas bombas de postos de combustíveis pelo "nosso?" Brasil. Oremos...

Muito grato caro Hélio, grande somenttarista, poeta e Sonetista...meu abraço...ansilgus.

29/04/2019 10:05 - Walmor Zimerman
Bom dia nobre articulista Ansilgus. Parabéns pela coerência de seu artigo. O novo governo está "travado", em razão de um Câmara e um Senado, que não colocam o país em primeiro plano. Vede, com tanto para fazer, eles farão uma semana de "feriado" em razão do Dia do Trabalho. Já fomos ferrenhos defensores da Petrobras, hoje nem tanto. Enquanto aqui se paga mais de 4 reais pelo litro da gasolina, no EUA, nação bem mais rica do que nos, os americanos pagam 2reias e 50 centavos... Depois que FHC (1997) vendeu quase 35% das ações da Estatal, "eles" ditam as regras, pois querem preções cada vez mais altos para lucrarem mais com a valorização de suas ações... Os brasileiros estão sendo "ferrados", nada tem recebido em troca para manterem o seu monopólio, se a privatizarem para nós não fará diferença... Talvez, até com a entrada de grandes grupos desta área, teríamos preços mais baixos ditados pela concorrência... Penso que Paulo Guedes quer acertar, mas é difícil diante do nosso quadro econômico, deixado por aqueles que enganaram o povo brasileiro, por mais de 14 anos, "maquiando" a economia, para dar a impressão que estava tudo bem, a custa do crescimento de uma monumental divida pública que hoje passa de 4trilhões... Um bom dia e um abraço amigo.

Muito grato nobre amigo...meu abraço cordial...ansilgus.
ansilgus
Enviado por ansilgus em 18/04/2019
Reeditado em 29/04/2019
Código do texto: T6626288
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ansilgus
Recife - Pernambuco - Brasil
1640 textos (328352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 22:47)
ansilgus