Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desassossego

Parece que estamos anestesiados.
Paira uma sensação de incredulidade paralisante, perante tantos desmandos, tragédias e barbáries.  Uma parcela enorme dos "agentes públicos" manifestam sua psicopatia licenciada por gestores esquizofrênicos, desqualificados, de um povo afogado em ódio que permitiu que chegassem aos altos cargos.
Agora todos sofrem e ninguém consegue fazer nada. A oposição está acuada.
Viramos reféns de ditadores ensandecidos, famintos, e de seus eleitores imbecilizados. Abriram a caixa de Pandora e os demônios estão soltos no parquinho - brincando com jogos de poder.
Não há a quem reclamar. Não há justiça. Não há critério.
Versões contextualizadas são descaradamente distorcidas, pois os déspotas e canalhas estão infiltrados em quase todas as instâncias.
Assistimos pasmos e inertes, atados ao nosso medo legítimo de sermos vitimados por quem deveria nos proteger e pela gama dos insanos que insistem em apoia-los. Não sabemos de onde virá o tiro, a facada, o incendiário.
Não há oposição!!!
Para onde fugir?
Uma casa dividida não subsiste.
Relato meu sentimento de indignação, enquanto posso fazê-lo. Preciso atestar que não fui sufocada pela apatia generalizada.
Será que algum dia fomos mesmo uma Nação?
O deus - que eles tanto alardeiam - demonstra ser bem cruel.
Rose Paz
Enviado por Rose Paz em 13/04/2019
Código do texto: T6622329
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Paz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
121 textos (2629 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 00:13)
Rose Paz