Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carnaval e política em 2018

Acadêmicos do Tatuapé é bicampeã do carnaval de SP
Segundo título da história da escola veio com desfile que contou história e tradições do Maranhão. Taça só foi garantida na apuração da última nota do último jurado.

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/carnaval/2018/noticia/academicos-do-tatuape-e-bicampea-do-carnaval-de-sp.ghtml


Samba Enredo 2018 - Maranhão: Os Tambores Vão Ecoar Na Terra da Encantaria
G.R.E.S. Acadêmicos do Tatuapé
 
Viva São José
Venha me valer
Ilu ayê ô ilu ayê
Tatuapé numa linda procissão
Canta sua história, oh Maranhão!

No mar! Foi no balanço do mar
Que o sonho aportou na ilha da magia
Lá tem palmeira onde canta o sabiá
O sol namora a beleza do lugar
Cenário de poesia
Tantas batalhas nesse torrão
Herança de luta, cultura e amor
Ôôôô, o negro tanto clamou
A liberdade aos pés do senhor

Ô luar, ô luar
Deixa a gira girar, crioula
Hoje tem canjerê, feitiçaria, ô
Jêje-nagô, kaô meu pai Xangô
Ê, tem cantoria! Eita povo festeiro!
Teu folclore é tradição
Ê, chora viola
Preta velha conta história
E lendas desse chão
Ô, quebra o coco Iá Iá
Matracas vão embalar
Bumba-meu-boi, meu cazumbá
Ouvindo reggae do bom
É carnaval vem curtir esse som
É emoção, o meu pavilhão vai girar
Na terra da encantaria
Os tambores vão ecoar

https://www.letras.mus.br/gres-academicos-do-tatuape/samba-enredo-2018-maranhao-os-tambores-vao-ecoar-na-terra-da-encantaria/

http://sasp.com.br/conheca-o-samba-da-tatuape-para-o-carnaval-2018/
________________________

Beija-Flor é a campeã do carnaval 2018 do Rio
Com críticas ao "Brasil monstruoso", escola falou de corrupção e intolerância e levou seu 14º título.

Por G1

14/02/2018 16h54  Atualizado há menos de 1 minuto

A escola fez um paralelo entre o romance "Frankenstein” e as mazelas sociais brasileiras. Corrupção, desigualdade, violência e intolerâncias de gênero, racial, religiosa e até esportiva formaram o cenário de "Brasil monstruoso".

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/carnaval/2018/noticia/escola-de-nilopolis-fez-criticas-a-corrupcao-desigualdade-a-violencia-e-intolerancias.ghtml

ou eu…
Espelho da lendária criatura
Um mostro…
Carente de amor e de ternura
O alvo na mira do desprezo e da segregação
Do pai que renegou a criação
Refém da intolerância dessa gente
Retalhos do meu próprio criador
Julgado pela força da ambição
Sigo carregando a minha cruz
A procura de uma luz, a salvação!
Estenda a mão meu senhor
Pois não entendo tua fé
Se ofereces com amor
Me alimento de axé
Me chamas tanto de irmão
E me abandonas ao léu
Troca um pedaço de pão
Por um pedaço de céu
Ganância veste terno e gravata
Onde a esperança sucumbiu
Vejo a liberdade aprisionada
Teu livro eu não sei ler, Brasil!
Mas o samba faz essa dor dentro do peito ir embora
Feito um arrastão de alegria e emoção o pranto rola
Meu canto é resistência
No ecoar de um tambor
Vêm ver brilhar
Mais um menino que você abandonou

Oh pátria amada, por onde andarás?
Seus filhos já não aguentam mais!
Você que não soube cuidar
Você que negou o amor
Vem aprender na Beija-Flor

https://g1.globo.com/rio-de-janeiro/carnaval/2018/noticia/beija-flor-de-nilopolis-veja-a-letra-do-samba-enredo-para-o-carnaval-2018.ghtml

https://www.youtube.com/watch?v=awRDcb8AwCs
___________________

A Lava-Jato só é eficaz com consciência de um povo democrático firme de seus direitos e mobilizando a sociedade e fortalecendo ações com igrejas, sindicatos e famílias que querem um Brasil ético, sem corruptos.

A convergência temática foi criativamente urgente para o contexto de corrupção política do Brasil. O carnaval virou o espaço temático de debate colorido e protesto contra a tendência histórica pelo descaso público dos bens, do uso do dinheiro da população e a má administração dos recursos da nação.

Sem educação, não se constrói a nação e  a cidadania que queremos, mais ética e comprometida com o presente rumo ao futuro de realizações melhores. Todos somos convocados a mudar o Brasil a partir de nós e não se deixar levar pela retórica dos políticos ficha suja.

Veja o desemprego, a inflação, os piores resultados em educação, absenteísmo na saúde, insegurança social com todo tipo de violência que domina a sociedade e as escolas.

É uma ação conjunta urgente contra o mandonismo, o autoritarismo, o racismo, as formas ideológicas de violação dos direitos humanos, corrupção política institucional descarada, não se pode mais suportar.

Honestidade faz bem a todos e a sociedade deve cobrar e eleger de seus dirigentes políticos conduta ética e respeitosa com o bem público.

Pagar melhor os educadores, não permitir políticos aumentarem os salários deles todos ano em janeiro, exigir políticas claras de emprego e investimentos básicos e avançados em saúde, educação e segurança pública agora.

Viabilizemos melhor novos modos de convencimento de votar e mudar o Brasil pela prática da ética. Descortinemos ações e atitudes diárias de conscientização coletiva nas igrejas, escolas e familias. Fomentemos palestras, agenda de gente que queira ser político e politiqueiro. A CNBB, CONIC e CELAM e outras igrejas podem fazer um cordão metodológico de ação pastoral e cartazes nas igrejas para orientar o povo a votar e não reproduzir um grupo de mazelas no poder. Quebrar o ciclo de velhas políticas que dominam o cenário e não deixa mulheres, negros, jovens participarem concreta e eticamente. Escolher as melhores lideranças e propostas de ação pelo Brasil Novo sem Corruptos. "Acorda, ó Brasil do Povo!"

_______________


Oh pátria amada, por onde andarás?
Seus filhos já não aguentam mais!
Você que não soube cuidar
Você que negou o amor
Vem aprender na Beija-Flor


A Beija-Flor faz intertextualidade do hino nacional - os filhos protestam contra os corruptos e não aguentam ser visto como mostro - "Retalhos do meu próprio criador" ou filho rejeitado:

Meu canto é resistência
No ecoar de um tambor
Vêm ver brilhar
Mais um menino que você abandonou

 Faz o Brasil um canto de resistência e protesto. Não é Frankestain: quer ser reconhecido pelo filho que é - cidadão deste País.

Oh pátria amada, por onde andarás?
Seus filhos já não aguentam mais!
Você que não soube cuidar
Você que negou o amor
Vem aprender na Beija-Flor

Mas, os políticos roubaram do Beija-Flor - simbolo da felicidade e do Paraíso - a alegria de viver. O Brasil tem o que muito fazer e retomar sua caminhada de vencer os obstáculos de sua cidadania pluri-étnica em busca de uma ética democrática, onde haja pão para todos contra a violência dos donos do poder atuais injustos. direito à educação de qualidade - "Teu livro eu não sei ler, Brasil!"

Julgado pela força da ambição
Sigo carregando a minha cruz
A procura de uma luz, a salvação!


E me abandonas ao léu
Troca um pedaço de pão
Por um pedaço de céu

Ganância veste terno e gravata
Onde a esperança sucumbiu
Vejo a liberdade aprisionada

___________________
 

Já Acadêmicos do Tatuapé - SP - narra a seu modo a história e reflete sobre as tradições do Maranhão. Sua esperança não só conquistar a Taça na última nota do último jurado mas também forjar a coragem do povo brasileiro em rememorar sua vida e memória contra os donos do poder.

As famílias poderosos em todos os Estados do Brasil empobreceram a nação e prejudicaram durante séculos a vida do povo e a educação.
Uma políticas viciada de voto de cabresto e manipulações ideológicas históricas contra as quais lutaram Paulo Freire, A Geografia da fome de Anísio Teixeira, o mineiro antropólogo e político irreverente Darci Ribeiro, o romance Viva o Povo Brasileiro de João Ubaldo Ribeiro, Jorge Amado, Guimarães Rosa, Graciliano Ramos, Ariano Suassuna,

O POVO BRASILEIRO (resenha do livro de Darcy Ribeiro) | GGN
https://jornalggn.com.br/...ribeiro/o-povo-brasileiro-resenha-do-livro-de-darcy-ribeiro
Darcy Ribeiro ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Darcy_Ribeiro )é uma das poucas personalidades que gostaria de ter conhecido. Não em razão dos cargos que ocupou, mas em virtude dos livros que nos legou. E foram tantos e tão bons que é difícil escolher um para resenhar. Após uma criteriosa seleção, o premiado foi O ...

Viva o Povo Brasileiro – João Ubaldo Ribeiro – e-Livros
https://www.e-livros.xyz/ver/viva-o-povo-brasileiro-joo-ubaldo-ribeiro
O livro se volta às origens do Recôncavo Baiano para recriar quase quatro séculos da história do país por meio da saga de múltiplos personagens. '... Baixe em PDF, epub ou Mobi.

O Auto da Compadecida (filme) – Wikipédia, a enciclopédia livre
https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Auto_da_Compadecida_(filme)
O Auto da Compadecida é um filme brasileiro de comédia dramática lançado em 2000. Dirigido por Guel Arraes e com roteiro de Adriana Falcão e João Falcão, o filme é baseado na peça teatral "Auto da Compadecida" de 1955 de Ariano Suassuna, com elementos de O Santo e a Porca e Torturas de um Coração, ambas ...


____________________

Vejamos alguns pontos do Samba Enredo 2018 - Maranhão: Os Tambores Vão Ecoar Na Terra da Encantaria - G.R.E.S. Acadêmicos do Tatuapé
 

O sincretismo religioso marca a letra e inclui o negro como personagem digno de uma linda história rejeitada pela historiografia. É história oral.
O sentido da procissão do Maranhão!

Como nas cantigas medievais, São José,  pai Xangô, o mar, o sol, lua, torrão natal são testemunhas dessa história e cenário de movimentação e sonho de liberdade e utopia. Sangue derramado em Batalhas



"Eita povo festeiro!
Teu folclore é tradição
Ê, chora viola
Preta velha conta história
E lendas desse chão..."

Não podia faltar o clima para a contação da história em que parecem que "Na terra da encantaria/ Os tambores vão ecoar...": senzala, culinária, tradições festeiras pré-carnavalescas... até chegar ao nosso jeito de carnavalizar.

"Ô, quebra o coco Iá Iá
Matracas vão embalar
Bumba-meu-boi, meu cazumbá
Ouvindo reggae do bom
É carnaval vem curtir esse som
É emoção, o meu pavilhão vai girar"

O hibridismo cultural ou  multicultural vem à baila quando o Brasil hoje é mais negro e pardo, com outros ritmos musicais como reggae - sem deixar seu folclore regional tão rico de norte a sul do Brasil.

J B PEREIRA
J B Pereira e https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/carnaval/2018/noticia/academicos-do-tatuape-e-bicampea-do-carnaval-de-sp.ghtml
Enviado por J B Pereira em 14/02/2018
Reeditado em 14/02/2018
Código do texto: T6253610
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2843 textos (1581150 leituras)
35 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/05/21 23:40)
J B Pereira