Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os Caes e Trono e Morte

O momento nos convida a  continuidade a série " Vilões da Bíblia " e a subcategoria " estrangeiros ", nesse momento escrevendo  a trigésima
 quinta coluna sobre  A rainha Jezabel  em  'os cães e trono e morte '.

Simbolicamente um belo caminho pode ser construído , Jezabel naturalmente recria a nação a sua imagem e semelhança bem definida ou ainda bem acolhedora, recriar algo é oferecer uma outra vida.

Categoricamente  a rainha Jezabel  entendeu que deveria seguir as muitas sequências de notas baixas coexistentes com as notas altas , e compreender que a vida não deveria ser feita apenas de bons momentos

Ato após ato deve ser considerado desse sujeito configura uma consolação á compreensão do intérprete no caso o biógrafo que observa tudo de forma privilegiada.

E lidar com as demandas da vida de um morto , nesse caso um morto bem famoso, fama e passado dinamizam uma linha de interpretação sofisticada ou uma leitura narrativa de fatos bem lacunar.

Sentir  esse conjunto de significados nasce tudo de um rio de incertezas , ele poderia não ser pago, ele poderia sofrer riscos dessa sequência musical.

E lidar com as demandas da vida de um morto , nesse caso um morto bem famoso, fama e passado dinamizam uma linha de interpretação sofisticada ou uma leitura narrativa de fatos bem lacunar.

Temerariamente o soberano dedicou assim um tempo para os desafios concretos da existência como uma partitura musical onde as notas obedecem uma sequência.

Realmente ser uma soberana agregava um conjunto de dúvidas existenciais a pessoa que vinha exercer a função em questão, como no caso unir interesses particulares e visões de mundo.

O momento pedia boas caminhadas possíveis para uma soberana como Jezabel agisse de acordo suas necessidades num longo processo de construção e imaginação pessoal.

Naturalmente as explicações oferecidas pela soberana Jezabel são de fato inadequadas interpretações  ao contexto que estavam assim inseridas como forma de opinião disfarçadas.

O momento exige da rainha Jezabel e  também dimensiona  as realidades conectadas a todos acontecimentos necessários a riquíssimo repertório de experiências acumuladas naturais.

E as explicações oferecidas pela soberana Jezabel são de fato inadequadas interpretações  ao contexto que estavam assim inseridas como forma de opinião disfarçadas.

Minuciosamente tudo se reduzia a um conjunto de desafios que conquistavam a permanência no trono em um tempo fragmentado como o filme Fragmentado.

O momento exige da rainha Jezabel e  também dimensiona  as realidades conectadas a todos acontecimentos necessários a riquíssimo repertório de experiências acumuladas naturais.

Realmente Jezabel escolheu olhar com certo cuidado , esse tipo de escolha bem  shakespeariana ou ainda hamletiana, bem um soberano cabe ainda não falhar no pensamento ampliado gadameriano.

Temerariamente Jezabel dedicou assim um tempo para os desafios concretos da existência como uma partitura musical onde as notas obedecem uma sequência.

E as muitas dúvidas existenciais prevalecentes em sua vida cheia de polifonia musical surgia uma nova mentalidade existente somente entre os membros da Corte.
JessePensador
Enviado por JessePensador em 25/04/2020
Código do texto: T6928329
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
JessePensador
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 36 anos
1352 textos (13011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 04:53)