Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Vinha e a Idolatria

Assim Jezabel   em algumas boas escolhas bem particularizadas, tudo poderia se encaixar em sua polifonia musical somente variando as notas. A décima quarta  coluna sobre  a rainha Jezabel  em  'a vinha e   idolatria'.

Viajar no tempo aqui , nesse artigo significa compreender a dinâmica funcional da existência de Jezabel como uma rainha e como uma viajante que alguém deu guarida.

Ironicamente pensar em Jezabel como uma assassina , vai contra todos meus princípios como narrador e poeta, nesse caso um sujeito bem complexo.

Naturalmente o escrivão que tentou fazer seu fio biográfico não deve esquecer do real significado do seu nome. Em hebraico original e massorético ''.

Honras logo também viriam á cavalo, caso ela fizesse seu trabalho a contento, seus contatos sofisticadamente , esse formato de pensamento era evidente.

Assim a soberana Jezabel compreendeu a dimensão ousada de um jogo de poder simples com acumulação de bens e visões de um mundo complexo e fragmentado como o seu.

E as explicações oferecidas pela soberana Jezabel são de fato inadequadas interpretações  ao contexto que estavam assim inseridas como forma de opinião disfarçadas.

As verdades que a rainha Jezabel encontra tem belos fundamentos em seus muitos textos e escritos  tem algo a oferecer e a aprender como relevante.

Ironias shakespearianas e cervantinas  á parte, ele sabia como estruturar um modelo de governo possível uma forma de acreditar no modelo criado por seu pai.

Devido sua pouca influência em assuntos cabais  ou ainda governamentais como uma estrutura confiável a si como um governante simplório,  sem disposição para as possíveis novidades.

O momento tinha de ser no mínimo complexo e observado a contento com os detalhes frisados em madeira ou pedra, em baixo-relevo a intensidade era controlável e contornável.

Legalmente tudo era possível, as manobras políticas poderiam ser no mínimo viáveis como um construto comumente usado como um contorno viável numa leitura sombria da polifonia da vida.

Agora o pensamento dele era algo supremamente relevante desenhável em seu cotidiano, como uma soberana bem independente com relação a visões retumbantes de um reino bem definido.

Timidamente Jezabel desconhecia o sistema que defendia e os riscos que corria naquele momento em defende a idolatria e seus luminosos templos, com extensa visibilidade cabal e visual.

Realmente  a soberana Jezabel somente pedia uma criação sombria delicada do destino , o poder também desenvolve uma multiplicidade de dilemas e problemas bem particularizados .

Ironicamente a visão de Jezabel estava bem confusa, como um governante ele se desgasta solidamente seu pouco poder real semelhante ao Rei Lear outra peça teatral trabalhada pelo dramaturgo William Shakespeare em uma boa conexão cheia de singularidade e musicalidade.

Assim a soberana Jezabel compreendeu a dimensão ousada de um jogo de poder simples com acumulação de bens e visões de um mundo complexo e fragmentado como o seu.
JessePensador
Enviado por JessePensador em 17/04/2020
Código do texto: T6920027
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
JessePensador
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 36 anos
1352 textos (12976 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 01:13)