Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Flechas e o Poder

A hora nos convida para mais uma reflexão atenta acerca da vida polifônica do soberano Jeoás , a figura insegura e desequilibrada de Jeoás que conquistando uma onerosa atenção da imprensa.Nesse momento escrevo a  quinta coluna sobre o soberano Jeoás em 'as flechas e o poder ' .

Sinceramente o rei Jeoás concebe tudo como se fosse uma nova aventura. Nisto está um bom caminho cheio de imaginação teatral e visão conjunta.

Finalizar algo que existe , no caso específico um reinado  é bem mais complexo e bem mais complicado , o soberano Jeoás também sabia os riscos que ela representaria um risco em questão.

Legalmente isso  é uma longa e bem criada hipótese de um fato, ele deseja fazer parte de Laodicéia isso seria bem inédito, se tratando de uma autoridade com trono ,cetro e tudo mais.

E cada postura adotada serve com um possível caminho de interpretações pessoais que seriam bem conflitantes e nada simples pelo contrário complexas.

Certamente Jeoás agia como um artista em seu tempo, sem pensar nas linhas consequentes, as mudanças de teor estrutural apenas sugeriam  as leituras turvas.

Havia um pensamento norteador existente e também ampliada naquela forma de cultura advinda de uma tradição ou forma de pensamento bem declinante.

As verdades que  o rei  encontra tem belos fundamentos em seus muitos textos e escritos bem a comunidade de Laodiceia tem algo a oferecer como relevante.

Sinuosamente o sábio pensamento dele sugere um bom pedido para o ser divino que adora naquele momento, cabalmente tal pensamento sombrio pode norteá-lo de forma exata.

E as muitas dúvidas existenciais prevalecentes em sua vida cheia de polifonia musical surgia uma nova mentalidade existente somente entre os membros da Corte.

O momento exige do rei Jeoás e  também dimensiona  as realidades conectadas a todos acontecimentos necessários a riquíssimo repertório de experiências acumuladas naturais.

Portanto o posicionamento de Jeoás era um pouco duvidosa em relação a isso ou trabalha com as muitas dúvidas existenciais em conexão ao poder e construção de verdades.

O momento exige de que o  soberano desconfiava que tudo poderia ser um jogo de espelhos em sua vida cheia de polifonia musical e sinfônica nasce com diversas formas de sabedoria.

Diante disso tudo nasce com somente os  fatos decisivos para ele como um bom conhecedor do mundo em fragmentos em sua volta e assim usa os mecanismos capazes de uma boa formação.

E suas formas de interpretação destes fatos condizem com sua cosmovisão que deve se adequar ao contexto em apreço , bem exigido e detalhado em que cabe leituras e compreensões de um mundo em fragmentos já na Antiguidade Oriental.

Realmente o soberano tinha que lidar com as intrigas palacianas e também com as nuances do poder em apreço , essas nuances nunca são terminadas ou criadas sem a mínima vontade política de um soberano indefeso como um rato diante de um leão.
JessePensador
Enviado por JessePensador em 23/08/2019
Código do texto: T6727481
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JessePensador
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 35 anos
685 textos (6664 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 10:33)