Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ventilador de Ideias


É absolutamente fascinante mergulhar nas obras literárias e encontrar poetas que misturam suas sensibilidades como se fosse um ventilador a misturar os ares, espalhando ideias e palavras em sensação de prazer. Assim, delicio-me com a poesia e suas divergências expostas como pano de fundo que, conforme Orides Fontela, “tecem-se tempos para um só ato infindo”.
A ousadia e o brilhantismo dos poetas me levam a espalhar suas palavras; e sempre surge a pergunta como desafio, “onde você leu isto ou aquilo?” Logo constato a energia investida por mim e mostro que os livros cobrem grande variedade de autores/obras, como um ventilador de ideias que conduz o leitor a abrir cada página.
Leio os poemas e esmiúço as palavras, descubro que os autores titilam sensibilidade. Cada um exercita na arte o seu talento ao dar origem as palavras e a sua forte influência, que se espalha como o vento.
Encontro o livro Curso de Arte Poética, completo e esclarecedor, de Jorge Tufic. A obra apresenta Noções Gerais do Cotidiano e Sentimento Poético, dividido em três partes: Poesia através dos Tempos, A Legislação Teórica e o Mosaico e a Esfinge. Os exercícios do livro visam a motivação como aprendizado. A linguagem é apresentada no sentido primordial e profundo do insight da vida, onde o significado e o significante das palavras são o objetivo e o objeto na construção da poesia. O autor trabalha com os aspectos da metodologia, regras, terminologia, formas e cores da palavra. Ainda, tem a preocupação de pinçar e dar visão a outros autores, justos representantes dos ventiladores de ideias.
Mestre Tufic percorre o caminho da sabedoria e o transpõe no livro, por acreditar que na poesia é maior o desafio da sobrevivência na crise de inversão dos valores sociais e nas mudanças de comunicação. Para mim, ele exerce a postura de ventilador de ideias, porque espalha a poesia com sua devida reflexão: “Como fazer poesia se ela a poesia, já existe independentemente de palavra ou do poema?”– o mesmo responde, “a poesia se manifesta no homem como necessidade de expressão e comunicação”.
Jorge Tufic é intelectual que consegue perfeito equilíbrio entre a poesia na literatura e a compreensão da mesma no processo cultural. Traça e retraça diante dos meus olhos a figura de ventilador de ideias ao revelar os sentidos e me influenciar com as suas diferentes formas de sensibilidades.
Tânia Du Bois
Enviado por Tânia Du Bois em 21/01/2015
Código do texto: T5109461
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Tânia Du Bois
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 63 anos
418 textos (50458 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 14:51)
Tânia Du Bois