Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVER O MOMENTO

Vivo momento de alegria por ser cronista, e uma coisa é certa: escrever é atividade sem sossego. A ideia é construída ao longo dos dias. Aprender é ato ativo e o importante é que só praticando a literatura diuturnamente é que alcançamos a edição de um livro, em que tentamos demonstrar originalidade na abordagem de nossas “possíveis riquezas”.
Não se trata de falar da própria autoria, mas, sobre o livro de Pedro Du Bois, EM CONTOS e do meu, O EXERCÍCIO das VOZES, que foram lidos e comentados pelo mestre e crítico Márcio Almeida:
“MEU CARO PEDRO,

"EM CONTOS" É A SUA VERSÃO NARRATIVA DE INTERPRETAR O MUNDO E NELA VOCÊ SE EXPÕE COM UMA FORÇA EXPRESSIVA SURPREENDENTE, SOBRETUDO NESTE ANTOLÓGICO "A MULHER DA CASA."
VOCÊ TEM UMA SUTIL CAPACIDADE DE ESMIUÇAR O COTIDIANO HUMANO E DELE EXTRAIR A DRAMATICIDADE SÔFREGA DE PESSOAS COMUNS QUE ENGENDRAM VIVÊNCIAS QUE AFETAM AS DEMAIS PELA EXPERIÊNCIA COMUM. E VOCÊ FAZ ISSO COM SEGURANÇA. PARABÉNS.

SOBRE "O EXERCÍCIO DAS VOZES"
O LIVRO SE PROPÕE A SER RENOVAÇÃO DO ESTILO CRÔNICA - E CONSEGUE. TEXTOS CURTOS BEM FORJADOS COM AMPLO CONHECIMENTO LITERÁRIO E HUMANO, NUMA LEITURA SOBRETUDO AGRADÁVEL, VISCOSA, DESSA QUE PEGA A GENTE E LEVA DE ROLDÃO PELO PRAZER DE SABOREAR ASSUNTOS DIVERSOS QUE VÃO URDINDO VOZES QUE COMPÕEM A CORALIDADE DE PESSOAS QUE ENSINAM A VIVER MAIS E MELHOR, DE UMA E DE OUTRA FORMA, MORMENTE COM AS ARTES, A LITERATURA ESPECIALMENTE. MESMO PORQUE "SOMOS PERGUNTÁVEIS".
TÂNIA DU BOIS CONTRIBUI PARA QUE HAJA MELHOR CONSCIÊNCIA CRÍTICA A PARTIR DO QUE MARINA DU BOIS SE PROPÕE PENSAR VIA CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO NOVO PELA VONTADE DE VIVER NUM MUNDO MELHOR. POR ISSO ELA ESCREVE: "A LITERATURA É UMA DAS MANEIRAS DE VER O PASSADO E, AO CONVIVER COM ELE, DIMINUIR AS RUÍNAS DO DIA-A-DIA."
É UM LIVRO PARA FAZER PESSOAS MAIS FELIZES.”

Não se trata apenas de elogio; mas, do que significa ser lido com a paixão literária que o caracteriza. Suas palavras nos estimulam a escrever mais e mais; fazer uma literatura sem fronteiras; viajar pelo mundo da imaginação, acreditando que o que fazemos tem sentido: ter voz própria ao escrever o que nos permite descobrir o que gostaríamos de dizer.
Vivemos momentos de felicidades por desfrutarmos do prazer de sermos lidos, vistos e reconhecidos pelo mestre Márcio Almeida.
Tânia Du Bois
Enviado por Tânia Du Bois em 28/05/2014
Código do texto: T4823845
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Tânia Du Bois
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 63 anos
418 textos (50498 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 03:40)
Tânia Du Bois