Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FAIXA DE PEDESTRE TEM UM “IMÔ

(*) Gerardo Carvalho Frota (Pardal)

Permita-me, caro leitor, começar intitulando este artigo com esta metáfora. É que meus  33 anos de estudo e docência na educação para o trânsito, fosse eu um legislador teria obrigado o executivo a criar uma tecnologia para colocar um imã em cada faixa de pedestre. Seria uma  “mea-culpa” da parte dele, que desde o Código Nacional de Trânsito (Dec.lei n. 2.994, 28/1/1941), nunca se preocupou em educar com compromisso a partir da pré-escola à universidade, conf. exige o art. 76 do Código de Trânsito Brasileiro - CTB - lei 9503 de 23/9/1997. Se a educação viesse desde 1941, não haveria necessidade de tecnologia avançada para imantar as faixas. O “imã” estaria na cabeça de todos e assim se teria  evitado, p.ex., que em “Fortaleza tivesse ocorrido em média 4 atropelamentos por dia em 2018” (Jornal O Povo - CIDADES • NOTÍCIA- Edição 19 de setembro de 2019).
Você conhece a lei 10.206 de 27/5/2014? Aprovada na Câmara de Vereadores de Fortaleza no âmbito do município: “Fica instituído o Sinal de Respeito, primeiro gesto do pedestre que indica o desejo de atravessar a faixa de pedestre, onde essa exista, e também em qualquer ponto da via quando distante em até 50m (cinquenta metros) de alguma faixa ou passagem nas diversas vias desta capital, garantindo-lhe prioridade na referida travessia sobre a faixa e alertando a atenção do condutor nos locais onde a faixa não exista”. Já acontece em Natal, Brasília etc. O fato é que, além da falta da educação na base, não existe sequer a campanha pelos meios de comunicação sobre existência da  lei. Atenção, Vereador Guilherme, autor da lei, cobre do executivo.
 Ou se cria a disciplina “Cidadania”, e nela educação de trânsito, (ambiental, sexual) ou nunca sairemos do 5º país do mundo em mortes de trânsito.
É sonho de poeta? Não. Ele usa a razão. Pra ele a faixa é imanizada. Tem educação!

Fortaleza, 25 de setembro de 2019

                                                             (*) Gerardo Carvalho (Pardal)
                                 Professor, Educador de trânsito, Jornalista e Poeta
Gerardo Pardal
Enviado por Gerardo Pardal em 02/04/2020
Código do texto: T6904894
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Gerardo Pardal
Fortaleza - Ceará - Brasil, 63 anos
41 textos (569 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/04/21 20:35)
Gerardo Pardal