Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saber compartilhar

Não é fácil ser professor hoje em dia, pois são tempos difíceis, contudo, não deixa de ser uma ótima e importante profissão, pois é das mãos dos professores que sai engenheiros, médicos, advogados, entre outros. Como dizia o educador brasileiro Paulo Freire, "Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo".  Acredita-se que em um futuro não tão distante o professor será valorizado de acordo com sua tamanha importância.
No começo desse ano foi publicado no site CNTE- Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, que ocorreu um reajuste de acordo como está determinado no artigo 5° da lei n° 11.738, de 16 de julho de 2008, realizando um aumento no salário dos profissionais do magistério para 2.886,15.
O curso de letras proporciona tanto a licenciatura quando o bacharelado. A licenciatura oferece a oportunidade de trabalhar em escolas de idioma, escolas de ensino fundamental e médio, cursos preparatórios para concursos e vestibulares, agências de publicidade e comunicação, empresas públicas e privadas, podendo sair das salas de aula e ir trabalhar com tradução, interpretação, editoração, produções textuais, cinema, teatro, revisão e pesquisa. Já o bacharel nos permite ir a fundo à linguística, fonética e literatura, podendo também trabalhar em outras áreas como, traduzir, redigir, revisar e estudar textos.
Uma das áreas que a uma maior necessidade de profissionais capacitados é o ensino fundamental e médio, pois é lá que os alunos decidiram seus futuros profissionais. A uma grande gratificação em ser professor e ver um ex aluno indo bem em sua carreira, pois o educador tem parte naquela história. “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” (CORALINA)
O professor de português tem uma das profissões mais honradas, pois ele ensina o aluno coisas de tamanha relevância que levarão para a vida toda, como ler e a escrever que são atos usados em nosso cotidiano, contudo, para ler e escrever vem algo mais importante, que é o ato de pensar “pensar não é privilegio de inteligência” (PINTO) muitos acham que pensar é para inteligentes, enganasse quem acha isso. Para escrever deve-se antes de tudo pensar “escrever é um trabalho árduo e um texto em desordem é um sintoma de um pensamento confuso. Ou seja, quem não pensa bem, não escreve bem” (OBANDO).
No ato da leitura o professor pode apresentar métodos para tornar a leitura de seus alunos mais prazerosa, segundo Renan Castro “a leitura passa a ser um imã que atrai e prende o leitor, numa relação de amor da qual ele, por sua vez, não deseja desprender-se”.
De acordo com a Eliene Percilia “as tecnologias do mundo moderno fizeram com que as pessoas deixassem a leitura de livros de lado, isso resultou em jovens cada vez mais desinteressados pelos livros, possuindo vocabulários cada vez mais pobres” o professor pode sim usar a tecnologia a seu favor, apresentando sites onde a livros que podem ser lidos pelo próprio celular, apresentando vídeos que os incentivem, e trazendo aos poucos o amor ao ato de estudar, ensinado a eles a importância de pensar quando se ler ou quando se escreve. O professor tem uma forte arma em suas mãos, com todo o conhecimento que ele tem, pode facilmente persuadir e convencer um aluno, mas não para algo ruim, pelo contrario, para despertar um interesse nos alunos “convencer é construir algo no campo das idéias” (ABREU).
Contudo, para ser um bom professor, não basta fazer uma faculdade de quatro anos e pronto, precisa de experiências, precisa conhecer culturas diferentes, ter amor pelo estudo, conhecer seus alunos, estudar sobre adolescentes, fazer intercâmbios, saber explicar bem suas matérias, fazer sempre aulas prazerosas e não aquelas que da vontade de dormir, é sem duvidas respeitar seus alunos e suas dificuldades.
Ser professor é isso, saber se reinventar, e de fato saber amar o próximo, da o seu melhor pra que o outro tenha a oportunidade de um futuro promissor, e saber compartilhar, professor é plantar sua semente em meio ao caos, é ser a sua melhor versão em um mundo onde todos oferecem apenas o que a de pior dentro deles.


REFERENCIAS
ABREU, Antonio Suarez. A Arte de Argumentar – Gerenciando Razão e Emoção. 13ª ed. 2013
EM 2020, o Piso Nacional do Magistério deverá ser R$ 2.886,15. CNTE.  Brasília, 27 de Dezembro de 2019. Disponível em: < https://www.cnte.org.br/index.php/menu/comunicacao/posts/notas-publicas/72671-em-2020-o-piso-nacional-do-magisterio-devera-ser-r-2-886-15 >. Acesso em: 01 de Março de 2020
PINTO, M. J. F. A metodologia da pesquisa cientí&#64257;ca como ferramenta na comunicação empresarial. 2º CONVICOM – Congresso Virtual de Comunicação Empresarial. Disponível em <http://www.comtexto.com.br/2convi
comcomunicaMariaJoaquina.htm>. Acesso em: 01 de Março de 2020.
OBANDO, Iane Cruz. Apostila de Metodologia do Fazer Um Trabalho Acadêmico Sem Erro. Disponível em: <http://pt. scribd.com/doc/53442770/Apostila -de-metodologia-do-fazer-um-trabalho-academico-sem-erros.> Acesso
em 01 de Março de 2020
FREIRE, Paulo, Educação e Conscientização. In: FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996, p.109-130.
CORALINA, Cora. “Ainda Aninha…”, no livro “Vintém de cobre: meias confissões de Aninha”. 6ª ed., São Paulo: Global Editora, 1997, p. 151.
Victória Reginna
Enviado por Victória Reginna em 02/04/2020
Reeditado em 02/04/2020
Código do texto: T6903991
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Victória Reginna
Figueirópolis - Tocantins - Brasil, 21 anos
31 textos (348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/04/21 20:31)
Victória Reginna