Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teorias educacionais e políticas públicas aplicadas à educação

Já li muitos textos sobre políticas públicas aplicadas à educação, dos mais variados autores, temas e abordagens. Fala-se muito, teoriza-se muito, mas na prática, pouca coisa é realmente colocada em prática.

 

Educação é um direito da sociedade onde as pessoas adquirem os conhecimentos formais básicos (e avançados, dependendo do nível de estudos) necessários para a construção de seu mundo e da sociedade na qual se inserem. O problema está que cada um possui o seu papel para que o conjunto realmente funcione, porém, nem todos estão em consonância para o seu pleno funcionamento.

 

Para a manutenção dos ambientes escolares, infraestrutura, formação de professores, transporte escolar, recursos didáticos, etc. isso depende da correta aplicação de recursos públicos, e o que vemos é um Estado que simplesmente está abandonando a educação e os investimentos necessários para sua manutenção. Faltam transportes escolares, escolas caindo aos pedaços carecendo de reformas há anos, escolas sem os recursos e multimeios didáticos necessários, professores mal-remunerados e com carga-horária extrapoladas, falta de capacitação continuada eficiente, e, os cursos que estão formando os novos professores estão deixando a desejar porque as próprias universidades estão carentes de investimentos, e, dessa forma, a maioria já não está oferecendo formação de qualidade, comprometendo a formação dos futuros professores.

 

Falta empenho de parte de alguns professores e outros funcionários da educação que se sentem desmotivados no seu ambiente de trabalho. Falta motivação dos alunos que não veem eficiência no sistema de ensino que frequentam e jogam a toalha, desistindo de buscar uma alternativa. Falta a efetiva participação dos pais e demais membros da sociedade que estão desacreditando no potencial da educação pois já não estão mais percebendo o retorno de sua função social.

 

Nos questionamos: onde está o problema? Repito, já li muito sobre isso. Parece que procuram culpados e quase todos os teóricos apresentam fórmulas milagrosas que nunca surtem efeito. Sendo assim vou expor minha teoria:

 

No dia em que os nossos governantes realmente destinarem para a educação os recursos e atenção que necessita, no dia em que professores e demais profissionais da educação sintam orgulho da profissão que exercem, no dia em que alunos estejam motivados a irem para a escola como local de construção de conhecimentos, no dia que os pais entenderem que a educação é global e não tarefa exclusiva da escola, enfim, quando todos abrirem os olhos que um país só cresce quando todos os atores envolvidos se esforçarem para fazer a sua parte em busca de que o conjunto funcione, quando chegarmos a esse nível, pode ser que a educação atinja seu objetivo. Enquanto isso não ocorrer, estaremos remando contra a maré, pois o que vemos hoje é um governo que corta verbas pra educação, que não destina os recursos necessários para a manutenção básica dos prédios escolares, professores e profissionais da educação desestimulados, pais que só procuram a escola no último minuto e alunos, não todos, mas a maioria, desestimulados a frequentarem a escola pois muitas já não estão oferecendo a educação que precisam.

 

Todos nós precisamos trabalhar pela educação de qualidade, mas todos mesmo, governo, profissionais da educação, alunos, pais, mães e toda a sociedade, num trabalho conjunto, e não simplesmente jogar a culpa uns nos outros.


*Texto usado primeiramente como participação em fórum em ambiente virtual de aprendizagem da disciplina Legislação e Organização da Educação Básica do curso de Letras/Inglês EaD da UFPI/CEAD.
ANTONIO JOSÉ SALES
Enviado por ANTONIO JOSÉ SALES em 03/04/2019
Reeditado em 03/04/2019
Código do texto: T6614826
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio José S. Sales. Site Recanto das Letras. ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANTONIO JOSÉ SALES
Luis Correia - Piauí - Brasil, 29 anos
171 textos (49345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 05:13)
ANTONIO JOSÉ SALES