Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Explicação da ideologia filosófica de Nietzsche.

Qual é principal ideologia filosófica de Nietzsche, que o mundo é regido pelos fracos.

Em uma profunda dialética entre ações e reações, sendo que as reações nascem dos fracos.

Sua crítica parte da metafisica, como fundamento niilismo  da existência, a negação da vida real.

Niilismo metafísico, a defesa da  vida real a partir do paraíso, portanto, a fé recompensa a desgraça como forma virtude.

Para o cristão o que adianta ganhar tudo na terra e perder o que é eterno, a salvação da alma.

O niilismo de Nietzsche é uma veemente crítica as ilusões metafísicas, quando o cristão abandona  o mundo real reagindo em defesa de uma realidade fictícia.

Motivo pelo qual deus precisa ser morto, para poder salvar o corpo, pois o cristão entende a realidade sendo o próprio espírito.

Com efeito, deus é uma armadilha  humana, sem a morte de deus não haverá evolução cognitiva.

 O futuro do mundo depende do ateísmo como esclarecimento filosófico.

Pois deus recompensa  miséria como justifica  da vida, negando a realidade, transcendendo o mundo real em defesa de um imaginário metafísico.

O cristão é aquele que nega a vida real e vive a ilusão da transcendência, motivo pelo qual Marx entendia a religião como opio do povo.

A morte é o fim de tudo, porém, para  o cristão é o início da eternidade, ser cristão significa negar a transitoriedade.

Com efeito,  o mundo real  negado pelos fracos, possibilita os fortes vencerem.

Todavia, a  vitória é dos fracos, pelo mecanismo da transcendência material da própria vida, oferecida aos fracos o céu construído por deus.

Nesse aspecto que a substancialidade niilista é o princípio do espírito destruído, a transitoriedade não existe como fundamento metafísico.

A única vida possível, é aquela determinada pela fraqueza biológica, na qual exaurem corpo e  espírito em uma única junção.

Do ponto de vista da transcendência o homem não existe, o que há é a replicação da matéria pelo princípio evolutivo do  corpo.

Pensar em deus é destruir corpo pela afirmação do espirito,  o único modo de ser forte, entendendo  o fundamento da matéria, através do mecanismo evolutivo da natureza.

A  transcendência possível é a afirmação da transitoriedade como princípio, nas situações inferiores do corpo, como produto econômico e político.

Desse modo, a religião é a grande tragédia civilizatória.

Edjar Dias de Vasconcelos.

 

Edjar Dias de Vasconcelos
Enviado por Edjar Dias de Vasconcelos em 17/09/2019
Reeditado em 17/09/2019
Código do texto: T6746906
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edjar Dias de Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil
3024 textos (542114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 16:16)
Edjar Dias de Vasconcelos