Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Melhor saber do que acreditar

Prefiro saber a acreditar cegamente em qualquer coisa. Por quê? Porque, quando adquirimos conhecimento, temos mais chance de tomar decisões acertadas, de não cometer atos errados achando que estamos "agindo certo". A ignorância é tão perigosa quanto a perversidade. Podemos desculpar uma pessoa que agiu de certa forma por ignorância, mas o fato de alguém não saber que algo poderia fazer mal não diminuirá os efeitos daninhos do ato errado. Para reforçar o que afirmo, posso citar vários casos de crenças que se provaram prejudiciais. Em muitos países, pratica-se a mutilação genital feminina por causa da crença de que as mulheres possuem partes impuras entre as pernas que devem ser extirpadas. Assim, pratica-se esse ato bárbaro acreditando-se que é a coisa certa a fazer. Vale lembrar que, embora muitos pensem que é um costume de países muçulmanos, tal prática é mais antiga do que a religião.
Na Idade Média, acreditava-se que cuidar do corpo era pecado e, devido a isso, não era costume tomar banho. Considerava-se lavar o corpo um ato pecaminoso, indecente. E, ainda hoje, por causa da ignorância e do preconceito, vemos gente acreditar tolamente que gatos pretos dão azar, corujas atraem a morte ou que passar debaixo das escadas terá consequências desastrosas.
A ignorância leva pessoas a acreditarem em teorias malucas da conspiração, como a de que existem grupos secretos controlando o mundo, que vacinas causam autismo, que a Terra seria plana, que certas músicas seriam satânicas  e muitas outras histórias sem fundamento.
Apesar do conhecimento ser útil, pois nos permite saber melhor o que será bom ou não para nós, em essência, buscar o saber não é retratado de forma favorável em muitas mitologias. Na mitologia grega, Prometeu, por levar o fogo e conhecimento aos homens , é acorrentado a um rochedo e um abutre comerá seu fígado até que Hércules o salva. Na Bíblia, Adão e Eva são expulsos do paraíso após comerem do fruto do conhecimento e adquirirem ciência do bem e do mal. No entanto, analisando bem, o conhecimento, retratado na lenda bíblica com má vontade, proporciona ao ser humano maior liberdade. É a partir da consciência do certo e do errado que as pessoas podem ponderar que caminho seguir, o que precisam fazer. Em suma, o conhecimento não é negativo nem positivo. O que fará a diferença será o que fizermos com nosso conhecimento, que pode ser usado para coisas negativas como fabricar a bomba lançada em Hiroshima ou positivas, como a descoberta de vacinas contra a varíola ou paralisia infantil.
Adquirir conhecimento é interminável. Sempre haverá mais coisas a saber e isso só mostra o quanto podemos evoluir se assim o quisermos.
Maria Cândida Vieira
Enviado por Maria Cândida Vieira em 11/07/2019
Código do texto: T6693881
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Cândida Vieira
Campina Grande - Paraíba - Brasil
2024 textos (100373 leituras)
7 e-livros (276 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/19 09:25)
Maria Cândida Vieira