Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS KANT & OLAVO DE CARVALHO

Resposta a O Globo:

      Olavo de Carvalho, eu e mais alguns dos seus alunos fizemos um curso em 1987 com o professor Stanislavs Ladusãns, filósofo nascido na Letônia, autor do tratado de "Filosofia Pluridimensional", entre outras obras importantes, no Centro de Pesquisas Filosofica, COPEFIL, na Gavea, ligado à PUC do Rio de Janeiro. Padre Ladusãns, membro da Academia Brasileira de Filosofia e do Instituto Brasileiro de Filosofia, falecido em 1993, contribuiu grandemente para a filosofia brasileira. Me lembro que em suas aulas, antes de entrar no detalhamento da sua gnoseologia propriamente dita ele demonstrava como Kant fora nefasto para os rumos da filosofia moderna exatamente no que se refere à teoria do conhecimento do filosofo alemão. Não duvido que os três professores de filosofia ouvidos na matéria de O Globo deste último domingo,  Maurício Keinert (USP), Maria Borges (UFSC) e Daniel Tourinho Peres (UFBA),  ávidos por denegrir Olavo de Carvalho, tenham jamais se dado ao trabalho de ler Ladusãns. Imagine ler um filósofo católico, não, isso seria uma heresia para eles, os verdadeiros obscurantistas que não parecem conhecer o status quaestionis  da sua área de expertise - isto é, o estado da questão, todo conhecimento acumulado sobre determinado assunto.
      Dou apenas o exemplo do Ladusãns mas certamente o próprio Olavo de Carvalho poderia dar de bom grado - nunca vi meu professor guardar rancor de ninguém - aos referidos acadêmicos uma extensa bibliografia sobre o assunto. Em ciência e mais ainda em filosofia, a mãe de todas as ciências, você não só tem de conhecer a obra do autor que você se diz especialista mas isso inclui conhecer a crítica que se fez a ele até os dias de hoje e não defendê-lo como se estivesse numa torcida de futebol. Isso é uma vergonha para a universidade brasileira.
      Me lembro do trabalho sobre o filósofo russo Soloviov que Olavo escreveu para o curso do COPEFIL que valia por muitas teses de doutoramento juntas e arrancou muito elogios do professor Ladusãns, que não era de elogios gratuitos. Ladusãns, sem se preocupar com a "falta" de diploma do aluno, reconheceu em Olavo de Carvalho a vocação e o gênio para a filosofia. Mas os três medíocres acadêmicos estão mesmo querendo figurar numa nova edição do "Imbecil Coletivo" e fazer bonito para os seus cupinchas. E o jornalistinha acha que fez uma grande matéria quando na verdade  me deixou imensamente constrangida de ter um colega  como ele.  Está difícil para um jornalista hoje manter a cabeça erguida e ter algum orgulho da profissão no Brasil atual.

Prof. Dra. Stella Caymmi
Jornalista e escritora
Rio de Janeiro
11.02.2019
Stella Caymmi
Enviado por Israel Rozário em 12/02/2019
Código do texto: T6572956
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Israel Rozário
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 48 anos
358 textos (11000 leituras)
1 e-livros (66 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/19 05:38)
Israel Rozário