Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mundo do amor

Hoje o mundo está se modernizando com todos os aparatos de parâmetros sociais de vertentes sem iguais. O homem pensa diferente e a mulher também assim o pensa. O mistério que entorna a pessoa com o acesso ao coração é semente de espera a literal e condigna. A humildade em admitir os erros foge aos passos profundos do amar e perdoar alcançando o amor certeiro e eterno em nossas veredas. Como o silêncio é repudiar todo o mal, o amor que temos a se gerar demonstra o calado cardápio de vestes de se amar com ternura e coração. Não devemos nos esquecer de que devemos afastar de nós todos o pensarem que inflama contra as almas. E o perdão em relação ao amor é gerar um caráter univitelino de almas gêmeas de corações iguais no batimento, no viver, no entender humano e no discernir da caridade. O amor verdadeiro não vê o tamanho financeiro e nem a usura, mas o amor de Deus é vencer praticando o bem, um namoro santo e um casamento santo. Com a realidade que aumenta cada ser digno de paz o amor é sedento de fé exacerbante em um caráter e sentido coniventes com a vida eterna. Amar e perdoar são irmãos siameses, juntos e unidos pelo cordão umbilical que não larga a existência conjunta de corações justos e excelentes. Com o conhecimento que gera a alegria do amor também pode se gerar o oposto. Em todas as fases da vida, o amor é feito desde pequeno, grande, maduro, ou melhor, idade como uma forma melhorada de se amar e ser amado. Coração cativado é coração amado com todas as qualidades que existem dentro de si do seu interior mais cativado e inserido em suas dores, transformando assim em valores de que o amor não compra, ou se tem ou não se tem. A chama equidistante da paz no amor é servir como pão da misericórdia os seres contritos em seus caracteres servientes ao Deus de amor de misericórdia infinita e terna eterna. A coragem de ser o maior e melhor amor do Pai Eterno é servir na simples simplicidade de amar e ser amado com o caráter de Jesus e Maria. O horizonte que define o coração comprime é se chagar de uma vida honesta no sentir e diversa no porvir e casta no amor e divino no seu ardor. O mundo do amor vive-se a espera em conseguir o teu alento e teu sustento. E o coração se lembra de proteger quem mais amamos e surtidos corações que se convertem no acesso a paz de Cristo. O amor que não cessa a castidade não é ultrapassado e sim um símbolo que o amor verdadeiro entre um homem e uma mulher é viver a castidade no namoro e santificar no casamento. Muitas famílias seriam salvas caso se praticasse a castidade e uma sexualidade santa, evitando ver coisas contra Deus como pornografias e outras coisas anticristãs. E o amor verdadeiro é simples, não é rebuscado e nem fútil, pois o verdadeiro temor a Deus é o amor sincero e preponderante. E servir a Deus é lindo quando se vive uma castidade fiel e digna do amor que vence todo o pecado e trava combate contra todo o pecado e mal. Vencer é tudo amor.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 05/08/2019
Código do texto: T6712960
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
1221 textos (4362 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 02:06)
Gumer Navarro