Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DENTISTA

“A Odontologia é uma profissão que exige dos que a ela se dedicam: os conhecimentos científicos de um médico, a destreza manual de um cirurgião, o senso estético de um artista e a paciência de um monge” (PAPA PIO II).

 Em que pese às lindas palavras do alto pontífice da igreja católica,  quem cuida da saúde dos dentes é visto com reservas pelo público em geral. A propósito, o dentista quando aparece atuando em filmes, geralmente representa papéis secundários, ou de torturador. Obviamente, trata-se de uma visão distorcida  a respeito desse profissional. Curiosamente temos heróis médicos, bombeiros, professores, advogados, menos odontólogos. Para a classe não deixa de ser uma realidade desagradável.

Por outro lado, muitos manifestam sua gratidão por essa nobre profissão que tanto alívio e conforto têm trazido a quem dela necessita. Ademais, o maior mérito do dentista está em realizar o melhor de si, independente do reconhecimento geral. Procurando exercer a profissão que escolheu com embasamento científico e acima de tudo, de maneira digna, com o propósito precípuo de bem servir ao semelhante!

Entretanto, o excesso de escolas de odontologia obriga os egressos dessas instituições a aceitar subempregos. Por essa razão acabam não atendendo de modo satisfatório seus pacientes. Haja vista, a necessidade de realizar grande número de procedimentos odontológicos num curto espaço de tempo para se ter um ganho razoável.  Cuja qualidade pode ficar aquém do esperado. Infelizmente, uma prática lamentável que depõe contra a profissão.

  Apesar das dificuldades, a odontologia é dona de um dos feitos mais notáveis da área médica  dos últimos cinquenta anos,  "o implante dentário". Que tornou a vida de milhões de pessoas mais alegre e feliz por conta da substituição bem próxima do original desse importante órgão do corpo humano, quando perdido por cárie ou problemas de outra natureza.

A propósito, além da cárie dentária existem mais de 200 doenças que podem se manifestar na boca.  Logo, o exame criterioso dessa parte do corpo se torna imprescindível para uma boa prática que vise a saúde bucal e geral dos pacientes. Tanto para o dentista, quanto para o médico.

Muito embora, a doença cárie seja o problema epidemiológico de maior relevância na Odontologia, outro problema de grande importância é o câncer bucal que tem sulcado a vida de milhares de pessoas todos os anos. Daí, a prevenção e o diagnóstico precoce tanto das lesões malignas ou potencialmente malignas são fundamentais na abordagem terapêutica dessas morbidades.
 
Caro leitor, sempre é bom lembrar que problemas de aprendizagem ocorrem em todas as áreas do conhecimento, resultando em formação superior deficitária. Que independente da profissão acaba levando indivíduos despreparados para o mercado de trabalho. No entanto, existem profissionais que engradecem seu ofício, entre os quais, se destaca o cirurgião dentista!

 Assim, o ingressante em uma escola de Odontologia deve estar preparado para enfrentar uma profissão bastante complexa e que exige bastante capacidade científica para seu exercício. Onde ao lado do estudo DENTE terá também, que conhecer com profundidade as outras partes do corpo humano, pois tudo está intimamente ligado. Engano pensar que se trata de um estudo empírico, meramente técnico. O simples fato de um aluno estar matriculado, não irá garantir que após 4 anos tenha  pleno conhecimento dessa profissão. Para tanto, o estudo continuado deve ser uma prática que deve acompanha-lo durante toda a sua vida.



João da Cruz
Enviado por João da Cruz em 08/01/2019
Reeditado em 11/01/2019
Código do texto: T6546227
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João da Cruz
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 66 anos
114 textos (20277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 19:31)
João da Cruz