Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O homem não veio do macaco

O HOMEM NÃO VEIO DO MACACO
Miguel Carqueija

É curioso como as pessoas em grande parte cultivam ideias preconcebidas ou desprovidas de fundamento, sem maior exame!
Não faz muito tempo um conhecido veio me dizer que “o homem vem do macaco”; como eu negasse ele afirmou que “é o que os cientistas dizem”.
Procurei explicar que não é nada disso. Afinal de contas a Ciência não diz que o homem vem do macaco e até nega isso terminantemente. Até onde eu sei não há um único cientista que diga que o homem vem do macaco. Afinal os macacos estão por aí mesmo e nada de evoluírem...
Mas — perguntará alguém — e a teoria da evolução?  Ora essa, a teoria da evolução não diz que o homem vem do macaco. As pessoas que fazem tal afirmação julgando se tratar de postulado evolucionista simplesmente não se lembraram de estudar o assunto.
Sem entrar no mérito da tese evolucionista (que a meu ver não é uma teoria comprovada cem por cento) o que posso dizer é que a Evolução darwinista/mendeliana propõe sim, a evolução ou transformação das especies, mas não especificamente do macaco para o homem; o homem (homo sapiens) seria produto da evolução de pré-hominídeos (como os pitecantropos e australopitecos) ou seja primatas mais avançados que os macacos. Pode parecer uma diferença sutil mas cientificamente é enorme a diferença.
E por que é que as pessoas se enganam tanto? Porque não se acostumam a utilizar a hermenêutica, ou seja a ciência de examinar os fatos como eles são e os indícios concretos, e a fundamentação das teses; a ciência de não se deixar enganar por outrem ou pelos próprios raciocínios precipitados.
Sejamos hermenêuticos.

Rio de Janeiro, 2 de fevereiro de 2018.
Miguel Carqueija
Enviado por Miguel Carqueija em 04/02/2018
Código do texto: T6244602
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Carqueija
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
2977 textos (185508 leituras)
56 e-livros (5036 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 11:43)
Miguel Carqueija