Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para Quem Não Entendeu o Filme "BIRD BOX"


Um filme daqueles instigantes aos amantes de Filosofia, bem como da Psicologia, Psicanálise, e estudos de temas relacionados sobre a mente humana e conflitos internos.

Lançado no último dia 21 de dezembro, o filme "BIRD BOX", com Sandra Bullock, é a história de uma mãe com depressão pré e pós-parto. Malorie (interpretada por S. Bullock) não aceita a sua “condição” de grávida e entra em depressão profunda por conta do sentimento de solidão e melancolia. Se pode observar que ela sempre usa uma peça de roupa azul que em inglês também pode significar tristeza. Malorie nega seu próprio filho e como não sabe o sexo do bebê, os chama apenas de 'Garoto e Garota.'

Com um cenário apocalíptico, o filme se passa inteiramente em sua busca por tentar conectar-se com a(s) criança(s) e, finalmente, quando ela assume a sua maternidade e decide enfrentar os seus medos (demônios internos criados pelo subconsciente), ela consegue ficar em segurança. Por isso a obstetra dela a encontra na escola de cegos. Ela está ainda no hospital.

O filme convida o público a montar um quebra-cabeça para entender o que realmente se passa na vida de Malorie.

O desenvolvimento não linear funciona como um quebra-cabeças que não se completa, já que nem todas as perguntas são respondidas e nem devem, o que faz instigar ainda mais o suspense. Onde cabe a cada pessoa que assiste tirar suas próprias "vendas" e buscar interpretar como entender a obra. Que foi muito bem dirigida por Susanne Bier.

Questão para se pensar, filosoficamente falando: Como a obstetra pode estar no abrigo sã e salva se ela está no mesmo local que a Malorie quando o ”apocalipse” ocorre? O filme é tudo isso e muito mais, vale muito a pena assistir. Nos traz muitas reflexões acerca do tema abordado. A história fala sobre depressão e doenças (transtornos) mentais.

Ainda que carregado de dor e medos, de pânico, de silêncio, escuridão e suspense, “Bird Box” trata-se, acima de tudo, de uma narrativa (filosófica) sobre o amor. Uma mãe que precisa se reencontrar dentro de si mesma para salvar-se, bem como salvar seus filhos. Através da linguagem do amor para despertar em si seus instintos de mãe e superar a depressão.

Fabinho Oliveira
Enviado por Fabinho Oliveira em 30/12/2018
Reeditado em 01/01/2019
Código do texto: T6539232
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabinho Oliveira
Porto Velho - Rondônia - Brasil
671 textos (19377 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/06/19 10:51)
Fabinho Oliveira