Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Casamento

Cansou-se de acreditar no amor.
A su' alma afligiu-se e se pôs a prantear,
Sempre retraída, sempre a chorar....
Asfixiou do peito tais sentimentos.
Muitas foram as dores e tormentos...
E as lembranças faziam-lhe sofrer.
Nada, nada conseguia demover
Tanta decepção e falta de sorte;
Outra vez se casar? (Vida ou morte).

Mary Jun
14/06/2014


Obrigada, querido poeta, pela belíssima interação!

Talvez o astral me cure,
E quando nascer de novo,
Se for costume do povo,
Outra vez eu te ature...

Jacó Filho



Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=272507 © Luso-Poemas
Mary Jun
Enviado por Mary Jun em 10/04/2018
Reeditado em 11/04/2018
Código do texto: T6304873
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Mary Jun
Recife - Pernambuco - Brasil, 55 anos
856 textos (41754 leituras)
1 e-livros (87 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 00:13)
Mary Jun