Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMAS-Aulas no ensino fundamental



Do livro “Classificados poéticos”, de ROSEANA MURRAY, 1984 - poemas-anúncios sem título.  Autora - Nasceu no Rio de Janeiro, 1950, poeta-escritora, literatura infanto-juvenil.

POEMA 1---“Troco um passarinho na gaiola / por um gavião em pleno ar. / Troco um passarinho  na gaiola / por uma gaivota sobre o mar. / Troco um passarinho na gaiola / por uma andorinha em pleno vôo./ Troco um passarinho preso na gaiola / por uma gaiola aberta, vazia.”

INTERPRETAÇÃO - 1 símbolo de prisão - “passarinho na gaiola” / 4 símbolos de liberdade - “gavião em pleno ar;  gaivota sobre o mar; andorinha em pleno vôo;  gaiola aberta, vazia”.  ----------ESTUDO DAS PALAVRAS - 4 substantivos que se referem à natureza animal (ave, ser animado - com vida)  - passarinho, gavião, gaivota, andorinha / 1  substantivo que nomeia um objeto (coisa, ser inanimado, sem vida) - gaiola / 2 substantivos que se referem a elementos (seres da natureza) - ar, mar / 1 substantivo abstrato que representa uma ação verbal - vôo (do verbo voar) ---------- REDAÇÃO (comunicação, criação poética) -  Tente fazer um poema semelhante, preenchendo os espaços vazios com idéia novas  (observe que o final é diferente):  “Troco um queijo por um beijo. / Troco um limão por um coração. / Troco uma flor por um amor. / Mas não troco um amigo por um abrigo.” ----------  EXPRESSÃO ARTÍSTICA (comunicação visual) - Desenhe e pinte (a cores, o mundo é sempre mais bonito!), conforme sua escolha:   a---pássaro no ninho;  b---pássaro voando;  c---pássaro em cima de um galho de árvore, do telhado ou da antena de TV.  ---------- ANÚNCIO POÉTICO (uso de rima ou não), sob a forma de poema:  trocar um AMOR velho (antigo, usado, desgastado) por um novo.

POEMA 2---“Compro um barco feito de vento / com velas cor do firmamento / e uma bússola que aponte sempre / para as luas de Saturno. / Compro um barco que conheça / caminhos secretos de mares desconhecidos. / Um barco feito de vento / onde caibam todos os meus amigos. / Compro um barco que saiba decifrar /  os segredos escondidos / no coração das noites sem luar.”

INTERPRETAÇÃO - Dois objetos que realmente fazem parte de um barco verdadeiro. - Velas e bússola. / Cor das velas deste barco. - Azul. / De que material é geralmente feita uma vela de barco? - De pano. / Para que serve uma bússola marítima? - A bússola é um aparelho com agulha magnética móvel em torno de um eixo que passa pelo centro de gravidade, geralmente montado em caixa com limbo graduado, e que serve para orientar os navegantes. / Cite 6 nomes de embarcações (ou outro qualquer meio de transporte) e 6 cores para pintar o casco do barco. -  iate, barco, barca, barcaça, navio, fragata, caiaque, lancha, gôndola, submarino, porta-aviões etc.;  azul-marinho, verde, amarelo, vermelho, branco e marrom.  ---------- ESTRUTURA DO POEMA - Por quantas estrofes é formado?  - Uma. / Quantos parágrafos (que bem poderiam representar estrofes...)?   - Quatro. / Quais palavras, ao final de dois versos do poema, constituem rima (mesma sonoridade)?  Vento e firmamento. ---------- EXPRESSÃO ARTÍSTICA - Desenhe e pinte (a cores, o mundo.........), conforme sua escolha:  a---barco singrando os mares do mundo; b---barco, sol e vento no mesmo cenário (os dois últimos personificados, isto é, tendo ‘carinha’ com olhos, boca e nariz;  c---mitológicos habitantes do mar (sereias, monstros e outros);  d---garrafa lançada ao mar contendo mensagem.

POEMA 3---“Vende-se uma casa encantada / no topo da mais alta montanha. / Tem dois amplos salões / onde você poderá oferecer banquetes / para os duendes e anões  / que moram na floresta ao lado. // Tem jardineiras nas janelas / onde convém plantar margaridas. // Tem quartos de todas as cores /  que aumentam ou diminuem / de acordo com o seu tamanho  / e na garagem há vagas / para todos os seus sonhos.”

INTERPRETAÇÃO - Personagens míticos, fantasiosos - duendes e anões.  / Dicionário (“tio” Aurélio) - a---ANÃO - S.m. - 1.Pessoa de estatura menor que a regular;  2.personagem fictícia, de estatura diminuta, muito popular no folclore, nas lendas e nos contos infantis - exemplo:  “Branca de Neve e os Sete Anões”; b---DUENDE - S.m. Entidade fantástica ou espírito sobrenatural que se acredita aparecer de noite nas casas, fazendo travessuras;  c---GNOMO - S.m. Entidade fictícia, feia e de baixa estatura, que se acredita habitar o interior da Terra e ter sob sua guarda minas e tesouros. / Além da casa, outro lugar supostamente fantasioso. - Floresta. / O que é uma casa encantada ou mágica? - Casa onde acontecem fatos estranhos, maravilhosos, fantásticos, extraordinários, que a  razão humana (raciocínio lógico-científico) jamais poderá entender, aceitar e explicar. / Para você, particularmente, o que a idéia de uma floresta sugere? - Escuridão, magia, encantamento, mistério, presença de elementos míticos e maravilhosos, como duendes, elfos, anõezinhos, deuses etc.  Exemplo:  “Sonhos de uma noite de verão”, de WILIAM SHAKESPEARE. / Cite 6 cores para pintar as paredes da casa e 6 flores  para formar o jardim:  azul, verde, branco, bege, cinza e rosa;  orquídea, camélia, violeta, jasmim, flor-de-maio e lírio.  ----------  ESTRUTURA DO POEMA - Quantas estrofes? - Três. / Quantos versos ou linhas compõem cada estrofe? - Primeira, 6 versos; segunda, 2;  terceira, 5. / Quais palavras, ao final de dois versos, constituem rima? - Salões e anões.  ---------- EXPRESSÃO ARTÍSTICA - Desenhe e pinte (a cores, o mundo.........), conforme sua escolha:  a---casa encantada;   b---duendes e anões;  c---floresta de sonhos e desejos;  d---janelas/jardineiras com muitas flores bonitas.

                                       - - - - -

QUADRO-DE-GIZ:

A expressão UMA CASA ENCANTADA é uma METASSEMIA:  conjunto significativo de palavras (gramaticalmente, um sintagma nominal) ou expressão que resume toda a narrativa.  ---  MÍTICO - referente a lenda ou mito (usar o imaginário) - idéia fabulosa.  ---  MÍSTICO - referente a misticismo - contemplação ligada a religiões em geral, especialmente ao catolicismo.

                                      F  I  M

Rubemar Alves
Enviado por Rubemar Alves em 25/06/2017
Código do texto: T6037210
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rubemar Alves
Salto - São Paulo - Brasil, 50 anos
448 textos (12078 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/17 12:20)
Rubemar Alves