Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HUMILDE PRESENTE


      (Carlos Celso Uchoa Cavalcante=17/julho/2017)

Vim voando com asas do invisível
Portei-me como ave imaginária
Minha inspiração, tão planetária,
Deu impulso fugaz ao indizível!

Qual refém de um desejo presumível
De ofertar parabéns, com meu abraço,
Contemplar teu sorriso em cada traço,
Tua felicidade em tom audível!

Cá estou, talvez em heterogenia,
Mas num conceito eficazmente solidário
À razão que docemente me inspirou.

E nos versos desta minha poesia
São meus votos de feliz aniversário
O humilde presente que te dou.


Carlos Celso CARCEL
Enviado por Carlos Celso CARCEL em 17/07/2017
Reeditado em 17/07/2017
Código do texto: T6056925
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Celso CARCEL
Mairinque - São Paulo - Brasil, 74 anos
325 textos (49707 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 09:48)
Carlos Celso CARCEL