Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





BRUMA

Andando noite a dentro tão sozinho,
não sei o que procuro em meio à bruma,
talvez o cantar de um passarinho...
Quem sabe procuro coisa nenhuma.

As nuvens passam céleres, uma a uma,
vislumbro a imensidão num torvelinho.
Andando noite a dentro tão sozinho,
não sei o que procuro em meio à bruma.

Quisera pode ser um adivinho,
porém, parece que tudo se esfuma,
eu mal consigo achar o meu caminho,
o que enxergo é névoa e espuma.
Andando noite a dentro tão sozinho...


 
HLuna
Enviado por HLuna em 04/08/2017
Código do texto: T6074038
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/helenaluna). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
9419 textos (230137 leituras)
15 e-livros (925 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 13:42)
HLuna