Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nem sei o que

Não sabe a dor que sinto
Isso é até comum de se ouvir não é
O mais engraçado é escrever isso
Tudo um pouco de confissão

Eu fui o tolo em busca de algo
De algo que me movia profundamente
Ora era amor, ora o divino, ora sentido
Tudo que pudesse extrair dessa matéria

Sobre o que eu nem sei o que sou
Diz o psicólogo que preciso ser
Eu perdi o medo, como também coragem
A vontade de nada é como a morte

A vontade de nada é dor prazerosa
Morte vivida que persiste na vida
Nem loucura seja, seria expurgante
Um pouco de tolice nessas palavras
Alekz Fergues
Enviado por Alekz Fergues em 13/08/2017
Código do texto: T6082184
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alekz Fergues
Diadema - São Paulo - Brasil
168 textos (3753 leituras)
4 áudios (263 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 07:17)
Alekz Fergues