Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INOCENTES

São mensageiros
engraxates,vendedores,
sobrevive de favores
pra poder comer do pão,
São pequenos abandonados,
perdidos pela cidade
filhos da desunião.
E sem apoio vivem de lá pra cá,
esbarrando nos sistemas,
infratores inocentes.
E assim vivem eles contentes,
meninos de rua,trombadinhas,
ou menores abandonados.
São eles sonhadores
o futuro incerto e inseguro.
Papai noel,pipa e balão.
doces,balas,pirulitos e algodão,
porque Senhor?
ter armas nas mãos desses
pobres inocentes.
Que infância é essa Senhor?
sem educação escolar,
sem uma casa para morar,
sem uma familia
a quem os pudessem abraçar.

_____Nillo Sergio.
@PoetaDoBalcão.
Poeta do balcao
Enviado por Poeta do balcao em 07/01/2017
Código do texto: T5874932
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta do balcao
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
882 textos (7946 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/17 12:02)
Poeta do balcao