Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVENDO NO MUNDO DOS SONHOS

    Então voltei a ser criança. E no meu sonho assisti, estarrecido, a rede Globo exibir, em caráter extraoficial e sensacionalista, na tela da tevê e no meio desse povo, uma entrevista inédita de Sininho, famosa personagem da Terra do Nunca.
    Dentro de um luxuoso triplex,  a mini-heroína reuniu vários repórteres da imprensa Neolatina e, diante de olhares perplexos, fez declarações bombásticas, revelando particularidades e segredos de sua vida sexual.
     Vestindo uma minissaia pra lá de curta, e aparentemente sem calcinha, a fadinha quase se deixou filmar do jeito que nasceu. Ainda assim,  percebeu a tempo o seu descuido e livrou-se do flagrante indiscreto das câmeras, quando, entre uma fala e outra, ajeitou-se na cadeira, protegendo sutilmente suas partes pudendas e escapando de uma situação profundamente constrangedora.
     Falando abertamente sobre sexualidade,  Sininho revelou aos repórteres que, apesar de antirreligiosa, é um pessoa super-recatada e de coração muito puro, motivo pelo qual ainda se mantém virgem até os dias de hoje.
    - Mas, nem por isso me considero diferente das outras pessoas. Embora seja apenas uma criatura do mundo imaginário, reconheço que também sou passível de sucumbir às tentações da carne -  declarou  logo depois a mini-heroína, de forma um tanto debochada.
    Durante a entrevista fez questão de esclarecer que, ao contrário do que muita gente pensa, nunca teve qualquer envolvimento amoroso com Peter Pan, seu companheiro de aventuras mágicas. Contudo,  admitiu que o considera muito charmoso. "Ele não é somente bonito, é ultrassensual",  disse ela.
    Revelou também que, longe dos holofotes, tem sido vítima, constantemente,  de abordagens indecorosas por parte do malvado Capitão Gancho, o arqui-inimigo de Peter Pan.
      Segundo ela, o Capitão Gancho, usando de toda desfaçatez que lhe é peculiar, assume sempre ares de valentão e pousa de super-homem diante dos seus piratas, mas não passa de um pervertido sexual, que além de mal resolvido é extremamente medroso, ao ponto de ter constantes desmaios e vertigens enquanto veleja em alto mar.
     - Nunca conheci ninguém tão cagão quanto o Capitão Gancho. Longe de ter a bravura e a ousadia do Peter Pan, ele nem seria capaz de circum-navegar os mares do Continente Pan-Americano, onde as águas são profundas, turbulentas e perigosas - disse Sininho,  ao final da entrevista.    
JOTA SANTIAGO
Enviado por JOTA SANTIAGO em 11/01/2017
Reeditado em 18/01/2017
Código do texto: T5879028
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOTA SANTIAGO
Brasília - Distrito Federal - Brasil
21 textos (979 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/17 00:56)