Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Compreensão De Textos II


LABORATÓRIO DE REDAÇÃO II

“O primeiro passo para a compreensão dos textos é o reconhecimento de seu modo de organização discursiva e, consequentemente, das características peculiares a cada um deles.”

                              (Redação em Construção, Agostinho Carneiro)

TEXTO – “é qualquer passagem falada ou escrita que forma um todo significativo independentemente de sua extensão.” (Fávero)

TEXTUALIDADE - conjunto de elementos que caracterizam o texto, dentre os quais se destacam: o bom emprego dos conectores, a boa compreensão da mensagem, a intencionalidade do locutor, a aceitabilidade do interlocutor, a situação em que acontece o ato de comunicação. Um conjunto de frases só constitui um texto, se houver coerência, se se depreender dele uma mensagem, uma informação.

INTERTEXTUALIDADE – emprego de falas alheias (ou do próprio locutor em tempo anterior), no ato da comunicação. Entre os empregos da intertextualidade destacam-se o endosso do que se diz e o questionamento de algo dito, para instaurar-se uma nova posição.
Se Deus diz que Ele está ao meu lado, quem é contra mim? (endosso)
Você diz que aquele político é sério, mas os jornais insinuam o contrário. (questionamento)

CONHECIMENTO DO MUNDO – ativação de elementos cognitivos partilhados pelos participantes do ato de comunicação.

Bin Laden avisa a Bush ter duas notícias, uma boa, outra ruim, para dar ao presidente dos EUA. Bush pede primeiro a boa notícia e Laden diz: - Vou entregar-me pessoalmente a você! Bush então pede a segunda notícia, ao que responde Laden: - Vou de avião!

MODOS DE ORGANIZAÇÃO TEXTUAL

NARRAÇÃO
Consiste no relato de fatos e acontecimentos que se sucedem no tempo. Assim, são seus elementos: seres que agem (personagens); alguém que narra (narrador, que pode ser também personagem); ações (apresentação, complicação, clímax e desfecho). Uma vez que a narração se fundamenta na evolução de ações no tempo, os verbos de ação e os conectores temporais são elementos lingüísticos participantes desse processo. São exemplos de narração:

a) atas, relatórios ou relatos de experiências científicas;

b) narrativas dramáticas: desenvolvem-se em argumentos, unidades que se compõem de uma situação, uma complicação e uma solução. Ex.: novelas de TV, filmes, obras de ficção.

DESCRIÇÃO
Enumeração das características que distinguem um determinado ser de todos os outros; é uma espécie de “retrato” por meio de palavras. A descrição é a transposição de um objeto que existe em uma dimensão espacial para uma dimensão temporal. Deve ser breve e essencial, para situar o leitor no ambiente da narrativa ou do comentário. A descrição vincula-se necessariamente a uma narração ou a uma argumentação.

DISSERTAÇÃO (e ARGUMENTAÇÃO)
Consiste no desenvolvimento de raciocínio sobre algum tema, isto é, é a exposição de idéias a respeito de um assunto, com argumentos encadeados que remetem a uma conclusão.
Tema – enfoques distintos do assunto
Tese – tomada de posição diante do tema

Diferenças fundamentais entre esses três modos básicos de organização discursiva:

DESCRITIVO  
Agente - observador
Conteúdo - seres, objetos, cenas, processos
Tempo - momento único
Objetivo - identificar, localizar e qualificar
Classes de palavras - substantivos e adjetivos
Tempos verbais - presente ou imperfeito do indicativo

NARRATIVO
Agente - narrador
Conteúdo - ações ou acontecimentos
Tempo - sucessão
Objetivo - relatar
Classes de palavras - verbos, advérbios e conjunções temporais
Tempos verbais - presente ou perfeito do indicativo

DISSERTATIVO
Agente - argumentador
Conteúdo - opiniões, argumentos
Tempo - ausência
Objetivo - discutir, informar ou expor
Classes de palavras - conectores
Tempos verbais - presente do indicativo

TIPOS DE TEXTOS
prendem-se à sua função básica, ou seja, à sua finalidade:

Texto - NORMATIVO
Função - regulamentar
Modelos - leis, portarias, regulamentos, estatutos

Texto - INFORMATIVO
Função - informar
Modelos - notícias, avisos, comunicados, bulas

Texto - DIDÁTICO
Função - ensinar
Modelos - livros escolares, conferências

Texto - FÁTICO
Função - relacionar-se
Modelos - correspondências, cumprimentos

Texto - DIVINATÓRIO
Função - prever
Modelos - horóscopo, oráculos

Texto - EXORTATIVO
Função - convencer
Modelos - requerimentos, textos publicitários

Texto - EXPRESSIVO
Função - expressar-se
Modelos - diários, confissões


ACADÊMICO
Enviado por ACADÊMICO em 28/12/2016
Reeditado em 05/06/2017
Código do texto: T5865188
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ACADÊMICO
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil
22 textos (260136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:10)
ACADÊMICO