Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Resultado de imagem para beiçola


DE BEIÇOLA À CARA DE PIRRAIA
Ysolda Cabral
 


Saí da minha maravilhosa, abençoada, linda e magra dentista, Dra. Ana Maria Lima, responsável absoluta pelo meu sorriso, há mais de 20 anos, (bendita cirurgiã e completa dentista), por volta das 15h30m. Saí de boca torta do efeito da anestesia, mas feliz da vida. Tão feliz que resolvi mudar o visual e me dirigi ao salão da minha talentosa cabeleireira e amiga Mirtes.

Cheguei toda contente da vida e a encontrei desanimada, em função de uma virose ainda não totalmente curada; - foi o que ela disse e eu acreditei, até que me olhei no espelho, bem na minha frente, e fiquei em dúvida se o estado dela era mesmo uma virose mal curada, ou por ter dado com a minha cara.

- Pense num cara torta! Parecia mais que eu havia tido um derrame - bati na madeira, por via das dúvidas...  Pois bem; com cara torta, cabelo com formato de disco voador e avariado, mas que, também, lembrava o do Beiçola da Grande Família; qualquer pessoa que desse comigo, naquele momento, não iria se sentir bem.

Tentei ficar quieta, inutilmente. Quanto mais falava e sorria, mais esquisita eu parecia... Mirtes, com dó de mim, falou: - '' Vou dar um jeito nisso!''

Quando eu já estava com os cabelos lavados, ela pegou a tesoura e caprichou. Depois me entregou aos cuidados de sua auxiliar, Juliana, - quase dois metros de pura beleza -, que foi logo perguntando como eu queria a escova. - Não gosto de escova! Gosto do meu cabelo natural, mas não ia decepcioná-la.

- Faça emborcado, Ju! Falei e quase na mesma hora cochilei, sem lembrar do cabelo do comediante. Quando acordei já estava com o cabelo todo escovado, contudo, arrebitado!

- Ô Ju, não falei emborcado, criatura?  
Ela sorriu, com cara de menina peralta e falou:

- ''Arrebitado é mais bonito!''


- Fazer o quê?...  Paguei, e a essas alturas, já com a anestesia passando o efeito, de cabelo cortado, todo em camada, me achei um pouco menos assustadora.

Hoje, ao chegar no trabalho, o meu colega, filósofo e amigo querido, Diogo, que, aliás, é também, o meu instrutor, nas coisas que desconheço da nova divisão, e que se considera um pobre grilo, falou:

- ''Ysoldinha, esse seu novo visual lhe deixou com cara de PIRRAIA!''

- Bendita Mirtes!...  

Acho que a partir de agora, vou ser uma cliente assídua e não de veneta. Quem sabe se eu não volte aos 15, e não consiga organizar melhor as coisas para o dia de hoje...

 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Em devaneios abobrianos
11.01.2017
Apenas Ysolda
www.fugindodocontexto.blogspot.com
 
 
 
 
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 11/01/2017
Reeditado em 11/01/2017
Código do texto: T5879160
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ysolda Cabral
Recife - Pernambuco - Brasil
2136 textos (212782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/01/17 06:34)
Ysolda Cabral

Site do Escritor