Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
VERGONHA

Vergonha medonha tô eu,
com minha falta de atenção,
do comentário deixado naquele poema meu
que num tempo há muito passado
deixei de fazer menção.

Peço desculpas ao amigo,
e espero não ter punição
mas já postei seu artigo
que soa como uma canção.

Cordel inspirado noutro do poeta Stelo Queiroga, intitulado Vergonha Medonha. As desculpas referem-se ao fato de ele ter deixado no meu poema Sedução dos pés femininos uma interação que não dei a devida atenção. Desta vez não cometerei o mesmo erro e desatenção. Publico a interação simpática e bem humorada do poeta cordelista a seguir, no dia seguinte do comentário pelo poeta deixado.

Facuri é doido por pé ...
Já eu, maluco por rima ...
Mas se o assunto é cordé ...
Sou mais o Valença Lima ...

Com os meus agradecimentos ao poeta Stelo Queiroga.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 19/06/2017
Reeditado em 21/06/2017
Código do texto: T6031213
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto Valença Lima
Recife - Pernambuco - Brasil, 66 anos
257 textos (49623 leituras)
2 e-livros (67 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/17 00:29)
Alberto Valença Lima