Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No horizonte, afetos em silêncio.

Se tivesse te encontrado nas esquinas da minha cidade provavelmente eu teria ido embora e você demoraria anos pra me encontrar novamente
Se nós estudássemos na mesma escola, eu estaria distraída com pessoas aleatórias rindo e não perceberia que você estaria em um canto, quieto
Confesso que entrei em jogos ilusórios achando que o oposto me completaria em uma magia surreal
Caminhei
Segui tantos caminhos contrastantes
Que feriram meus pés
Sozinha, tirei cada farpa cada pedaço de vidro
Limpei meus olhos, pouco a pouco, com as lágrimas teimosas que saiam furiosamente
Agora estou em um novo horizonte porém encontrei você
Te vejo, ao longe sem saber das suas expressões, jeitos
Será que as suas lágrimas são teimosas iguais foram as minhas?
Será que você andou em caminhos onde o preto e o branco gritavam?
(Silêncio)
...
Ás vezes os muros que destrui no passado aparecem como poeiras cinzentas ao vento e me artomentam e de mim você também tem o
(Silêncio)
Ainda assim quero te acolher dentro do meu peito
Que verbaliza palavras profundas
(Em silêncio).





Tay Assumpção
Enviado por Tay Assumpção em 19/05/2017
Código do texto: T6003001
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tay Assumpção
Matinhos - Paraná - Brasil, 22 anos
31 textos (790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/17 07:06)
Tay Assumpção