Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU AMOR NÃO TEM AMARRAS


Meu amor não é só nem solidão nenhuma
É olhar sem sujeição, sem leito de abrigo
Um navegante eterno, talvez um castigo
Não sei, só sei que é leve tal uma pluma

Por isso amador constante, sem um leme
No desejo, são gemidos e delírios d’amor
Vasto na liberdade, e tão cheio de ardor
Da saudade, o que o coração mais teme

Assim vou, assim, por aí me encontrarás
Entre carinhos, os beijos, então me verás
solto, e tão farto de propósitos e garras

Tristezas não trago, trago o afeto pra dar
Deixando sensação, que me dou ao chegar
Pois, sou, e o meu amor não tem amarras

© Luciano Spagnol - poeta do cerrado
10, junho, 2021, 18’18” – Araguari, MG

Vídeo poético no Canal do YouTube:
https://youtu.be/qKC2kq9kKZ0
Luciano Spagnol poeta do cerrado
Enviado por Luciano Spagnol poeta do cerrado em 10/06/2021
Código do texto: T7275936
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Luciano Spagnol poeta do cerrado
Araguari - Minas Gerais - Brasil, 60 anos
1404 textos (13576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/06/21 11:34)
Luciano Spagnol poeta do cerrado