Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sal da tua vontade

Com o ermitão que se faz e sentida,
Como arpão que caça a tua baleia,
Mesmo o sentimento que ser avida,
Mexe comigo como quem se ateia.

Sal da tua vontade faz-se sala,
E a vontade que não se cala,
Mesmo o sentido que não aduz,
Como o cálice que não se reduz.

O original, versos que se denota,
Faz da palavra sal que anota,
Queremos da pátria celeste amor.

Com o clamor que se faz ardor,
Seu coração é corpo místico,
Ser de Deus um ser como único.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 08/10/2019
Código do texto: T6764469
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
1476 textos (5301 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 09:18)
Gumer Navarro